Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Brasil conquista o sul-americano de vôlei juvenil

11 agosto 2002 - 10h31

O Brasil conquistou ontem o título sul-americano de vôlei masculino juvenil (sub-19), ao bater com facilidade a Venezuela por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/17 e 25/14.
Com o triunfo em Poços de Caldas (MG), a seleção assegurou vaga no Campeonato Mundial do ano que vem, cuja sede ainda não foi definida pela FIVB (Federação Internacional de Vôlei). Apesar de ser o atual campeão, o Brasil não tinha a classificação garantida.
A equipe anfitriã venceu os cinco rivais, sem perdeu nenhum set. Os venezuelanos, campeões sul-americanos na última edição, terminaram na segunda colocação. A Argentina, que superou o Chile por 3 a 1, garantiu a medalha de bronze.
Na outra partida do dia, o Paraguai derrotou a "lanterna" Colômbia por 3 a 1 e acabou na penúltima posição.


Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia localiza mocó de maconha e prende dois em Ivinhema
ESPORTES
Após cancelamento de maratona, corredor propõe “desafio solidário”
TOQUE DE RECOLHER
Mais de 200 são flagrados nas ruas de sexta para sábado na Capital
GOVERNO
Acordo prevê no máximo 20 dias para análise de auxílio emergencial
UEMS
Estudantes de MS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
PANDEMIA
Primeiro caso de Covid-19 em Aquidauana pegou o vírus na Capital
JUSTIÇA
STF aprova mais 5 anos para adesão a acordo de planos econômicos
MONITORAMENTO
MS fica em 3º lugar no ranking de transparência nas informações sobre o coronavírus
COVID-19
Com mil mortes por dia, Brasil ainda não chegou ao pico da epidemia
ACIDENTE
Colisão entre carros termina em capotamento em Avenida de Coxim

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown