Menu
Busca quarta, 18 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Brasil Carinhoso amplia atenção à saúde de crianças pobres

06 dezembro 2012 - 17h45

Em pouco mais de seis meses, o Brasil Carinhoso – ação do Plano Brasil Sem Miséria, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – não só retirou 2,8 milhões de crianças com até 6 anos da extrema pobreza como também melhorou a saúde delas com medidas de suplementação de vitamina A e ferro.



A coordenadora-geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Patrícia Jaime, explica que é a primeira infância o período onde ocorre o desenvolvimento de grande parte das potencialidades e que a saúde e a nutrição têm reflexos nas habilidades e cognição. Como nessa faixa etária não é possível atender a todas as necessidades com a alimentação, é preciso a suplementação de vitamina.



De junho a outubro, 2,9 milhões de crianças de 6 meses a 5 anos receberam, em 1.974 municípios, vitamina A, distribuída em cápsulas, duas vezes ao ano. “A deficiência de ferro e vitamina A aumenta a chance de a criança adoecer e promove o retardo no crescimento, com atraso no desenvolvimento cognitivo”, diz Patrícia. Nessa idade, mais de 15% das crianças brasileiras têm deficiência dessa vitamina, e a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que, com índice acima de 10%, seja feita a complementação. No Brasil, são consideradas áreas de risco em relação à deficiência de vitamina A o Nordeste, Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e Vale do Ribeira, em São Paulo.



No mesmo período, 1,4 milhão de crianças receberam sulfato ferroso, importante complemento para o desenvolvimento infantil, já que sua falta provoca anemia. Estima-se que metade das crianças abaixo de 2 anos tenham anemia no país. As doses são diárias – quando ingeridas em gotas - ou semanais – se forem cápsulas – e a suplementação deve ser retirada no posto de saúde todo o mês.



Em Goiânia, a filha de Cláudia Alves Ribeiro, 17 anos, foi uma das crianças beneficiadas com a suplementação de vitamina. “Como ela nasceu prematura e tem baixo peso, precisa tomar a vitamina todo mês.” A pequena Maryanna tem um ano e mensalmente é levada ao posto de saúde perto de casa, nos Campos Elíseos.



O Brasil Carinhoso foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff em maio passado. A ação inclui a complementação financeira que garante que a renda mínima de cada integrante da unidade familiar supere o patamar de R$ 70 por mês, retirando-os da extrema pobreza.



Criada inicialmente para famílias com crianças de até 6 anos, o Brasil Carinhoso foi ampliado e, a partir do dia 10 deste mês, passa a complementar também a renda de famílias extremamente pobres com filhos de de 7 a 15 anos. Com isso, ela abrangerá unidades familiares em situação de extrema pobreza com filhos de 0 a 15 anos.



Além de transferência de renda e de saúde, o Brasil Carinhoso tem ações na área de educação, com o aumento de recursos destinados à ampliação de vagas em creches públicas e conveniadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Dupla em Corsa branco teria executado homens em Sitioca
UAU
Maria Flor posa nua e abre o jogo sobre masturbação: “É muito libertador”
TRÊS LAGOAS
Por suspeita de traição, homem sequestra "amigo" e ameaça matá-lo
MELHORIAS
DNIT pode assumir obras da BR-163 não realizadas pela CCR MSVia
LAGUNA CARAPÃ
Prefeitura anuncia seleção para 96 vagas e salários de até R$ 12 mil
CORUMBÁ
Irmãos são presos em casa onde mantinham mulher aprisionada
ROMA
Brasileiro é denunciado por vandalismo ao gravar inicial no Coliseu
AMAMBAI
Condenado cumpre pena e solto passa a morar embaixo de carreta
TECNOLOGIA
INSS lança plataforma que permite acessar extrato pela Internet
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde abre inscrições para aluno especial

Mais Lidas

DUPLO HOMICÍDIO
Duas pessoas são assassinadas em Dourados
DOURADOS
Acusado de matar mecânico confessa assassinato de homem no Flórida
DUPLO HOMICÍDIO
Polícia identifica uma das vítimas de assassinato em Dourados
VIOLÊNCIA URBANA
Bandidos estouram caixa eletrônico de banco em Dourados