Menu
Busca Quarta, 13 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Sertão Campanha - Dezembro2017
OFENSAS

Bolsonaro é condenado a pagar R$ 50 mil por fala sobre quilombolas

03 Outubro 2017 - 11h43Por G 1

O deputado federal Jair Bolsonaro foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais coletivos a comunidades quilombolas e à população negra em geral, a ser revertido em favor do Fundo Federal de Defesa dos Direitos Difusos.


O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro entrou com um processo contra Jair Bolsonaro, em abril deste ano, depois que o deputado realizou uma palestra no Clube Hebraica, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio, e lá ofendeu e depreciou a população negra e indivíduos pertencentes às comunidades quilombolas. O deputado pode recorrer da sentença.

Na ação, os procuradores da República sustentam que Bolsonaro distorceu informações e fez uso de "expressões injuriosas, preconceituosas e discriminatórias com o claro propósito de ofender, ridicularizar, maltratar e desumanizar as comunidades quilombolas e a população negra".

No Hebraica, segundo MPF, o deputado afirmou, por exemplo, que visitou uma comunidade quilombola e "o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas". Ainda citando a visita, disse também: "não fazem nada, eu acho que nem pra procriar servem mais". Para os procuradores da República Ana Padilha e Renato Machado, as afirmações "desumanizam as pessoas negras, retirando-lhes a honra e a dignidade ao associá-las à condição de animal".

"Com base nas humilhantes ofensas, é evidente que não podemos entender que o réu está acobertado pela liberdade de expressão, quando claramente ultrapassa qualquer limite constitucional, ofendendo a honra, a imagem e a dignidade das pessoas citadas, com base em atitudes inquestionavelmente preconceituosas e discriminatórias, consubstanciadas nas afirmações proferidas pelo réu na ocasião em comento", concluem os procuradores na ação.

Na sentença, publicada nesta segunda-feira, dia 02 de ioutubro, a juíza Frana Elizabeth Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro, afirma que está "evidenciada a total inadequação da postura e conduta praticada pelo réu, infelizmente, usual, a qual ataca toda a coletividade e não só o grupo dos quilombolas e população negra em geral".

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Ex-BBB Natalia Casassola mostra quase tudo em clique na web
PIS/PASEP
Pagamento do abono salarial para nascidos em dezembro começa nesta quinta
JUSTIÇA
Audiências no TJMS buscam resolução mais adequada de conflitos
DEBATE
Maia e Eunício fecham acordo para votar reforma em fevereiro, diz Jucá
DOURADOS
Trabalho de detentas contribui para a autoestima de mulheres que lutam contra o câncer
ENGENHARIA E AGRONOMIA
Eleições na sexta definem presidente do Crea-MS para o mandato 2018 a 2020
TCE-MS aprova primeiro processo de Auditoria Coordenada em RPPS
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda após 4 altas
CAMPO GRANDE
Homem é morto a facadas após se masturbar em público
DOURADOS
Corpo é encontrado no Porto Cambira

Mais Lidas

BARBÁRIE
Acusado de esquartejar mãe é levado para audiência
DOURADOS
Homem encontrado morto estava acorrentado e jogado no rio Dourados
DOURADOS
Juiz manda acusado de esquartejar a mãe para hospital da Capital
DOURADOS
Após denúncia, polícia encontra revólver e pistola com homem