Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Black Friday: 1,33% dos produtos tiveram grandes descontos no Brasil

13 dezembro 2012 - 18h00

Grandes descontos, maiores a 40% e similares aos que ocorrem durante o Black Friday (tradicional dia de descontos após o feriado de Ação de Graças nos EUA) americano só impactaram 1,33% dos produtos vendidos no Brasil, de acordo com pesquisa de acordo com pesquisa feita pelo Programa de Administração de Varejo (Provar). Segundo o levantamento, que analisou os preços de 1728 produtos, descontos associados a uma grande promoção só ocorreram em 23 itens. Menos de 3% dos itens acompanhados tiveram comportamento típico de promoção pontual, com descontos de cerca de 6%.

Conforme o levantamento, quase metade dos itens pesquisados (47,5%) não sofreu qualquer alteração nem antes nem depois da data enquanto para cerca de 600 itens o preço subiu antes do evento. O Black Friday ocorreu em 23 de novembro deste ano. A pesquisa verificou também que em 37 itens os preços foram aumentados mesmo durante o dia da promoção.

A Provar afirmou que, com base no comportamento monitorado, não houve de fato uma promoção nos moldes do Black Friday americano e que esse tipo de comportamento das empresas fragiliza a confiança dos consumidores em relação ao varejo.

Dentre os produtos analisados destacam-se adegas, ar condicionado, bicicleta ergométrica, aparelho de blu-ray, lavadoras, câmeras digitais, cd players, climatizadors, coifas, fogões, cooktops, dvd players, refrigeradores, filmadoras, forno de micro-ondas, frigobar, freezer, geladeiras, home theaters,lavadoras e secadoras, mini systems, impressoras, notebooks, radio am/fm, smart tv, e TVs.

As lojas pesquisadas foram Americanas, Casas Bahia, Colombo, É Fácil, Extra, Fast Shop, Magazine Luiza, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Shoptime, Submarino e Wal-Mart, que vendem produtos de 72 marcas diferentes, conforme o Provar.

Procurada, a B2W, proprietária das marcas Americanas, Shoptime e Submarino ainda não se manifestou sobre a pesquisa. O Grupo Pão de Açúcar, proprietário das marcas (Extra, Casas Bahia e Ponto Frio), o grupo Ricardo Eletro, a Fast Shop, a É Fácil, as Lojas Colombo, o Magazine Luiza e o Wal-Mart também ainda não se pronunciaram sobre o levantamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças
JUSTIÇA
Integrante do PCC é condenado a 15 anos por esquartejar rival
DEMANDAS
Comitê da Saúde do Judiciário realiza segunda reunião em Dourados
MS
Jovem é flagrado com 4kg de pasta base em “mocó” de veículo
EDUCAÇÃO
ProUni abre inscrições no dia 11 de junho para bolsas no 2º semestre
CAPITAL
Durante corrida, motorista de aplicativo tenta estuprar passageira
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, de olho no exterior

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira