Menu
Busca segunda, 16 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Base tenta deixar MPs sob controle do Executivo

01 junho 2011 - 18h00

A base aliada do governo no Senado trabalha para evitar que o Palácio do Planalto perca poderes na edição de medidas provisórias.

Walter Pinheiro (PT-BA) apresentou emenda para tirar da proposta que muda o trâmite de MPs a criação de comissão de parlamentares que pode decidir sobre a validade de cada medida.

Pelo texto original, a comissão de 24 congressistas poderia rejeitar MPs que não seguissem os critérios de "urgência e relevância" definidos na Constituição.

Com isso, a MP viraria projeto de lei, sem vigorar de imediato. A análise teria de ocorrer em dez dias.

A presidente Dilma Rousseff ficou irritada com o teor da proposta, de autoria do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Para o Planalto, a comissão pode dificultar a tramitação das MPs.

Para Aécio, "não se pode mais ficar nesse impasse patético tendo de discutir MP de olho no relógio".

Pinheiro disse que apresentou a emenda para evitar o "engessamento". "Não concordo que um plenário de 24 parlamentares seja mais importante que os plenários das duas Casas."

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEXY
Viviane Araújo arrasa em ensaio só de lingerie transparente
AMAMBAI
Ciclista fratura cabeça em queda e morre no meio da rua
DOURADOS
PF ministra curso de direção operacional a novos guardas
LEGISLATIVO DE MS
De recesso nas sessões ordinárias, AL faz homenagem ao líder da Sukyo Mahikari
DOURADOS
Celular roubado no ano passado é recuperado próximo a Ceim
BARBÁRIE
Mulher é morta a facadas em Amambai
REGIÃO DO PANTANAL
Vacinação contra febre aftosa termina nos próximos dias
ÉÉÉ CAMPEÃOOO
França bate Croácia e fica com o bi mundial
SAÚDE
Saiba como se prevenir contra as doenças do inverno
UFGD
Inscrições de trabalho para Encontro de pesquisadores terminam hoje

Mais Lidas

RESIDENCIAL BONANZA
Homem atropela casal em Dourados após ser contrariado
DOURADOS
Homem é atropelado após “roletar” avenida com bicicleta motorizada
MS-156
Rapaz morre após ser atropelado duas vezes em rodovia
PEDRO JUAN
Troca de tiros deixa 3 pessoas feridas na fronteira