Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 9860-3221

Bactéria resistente a antibióticos é encontrada em humanos e vacas

03 junho 2011 - 18h05

Uma nova cepa de bactérias Staphylococcus aureus resistente aos antibióticos do grupo da penicilina foi encontrada em humanos e em vacas. De acordo com os pesquisadores do Imperial College, de Londres, em pacientes com um sistema imunológico debilitado, essas bactérias podem causar desde problemas cutâneos até infecções sanguíneas. O estudo foi publicado no periódico Lancet Infectious Diseases.

Na nova cepa do S. aureus resistente à meticilina (MRSA, na sigla em inglês), o gene mecA, que provoca a resistência à medicação, tem apenas 60% de nível de semelhança daqueles que compartilham 99% das MRSA conhecidas. “Por isso que a nova cepa passava despercebida nos exames clínicos”, diz Laura García-Álvarez, pesquisadora do Imperial College.

Após identificar 13 amostras da bactéria, denominada LGA251, em leite de vaca, os pesquisadores encontraram 50 casos em humanos na Grã-Bretanha e na Dinamarca em 2010, e atualmente estão desenvolvendo os primeiros testes em outros países europeus como Portugal, Alemanha e Holanda.

"A primeira bactéria desse tipo procede de uma mostra de 1975, portanto, ela ficou, pelo menos, 36 anos circulando. Não a detectamos até agora porque não tínhamos as ferramentas necessárias", diz Laura. Segundo a pesquisa, a bactéria tem uma ampla distribuição geográfica, mas sua incidência em números absolutos é muito baixa.

Contágio - Os cientistas ainda não determinaram se a bactéria de origem bovina que foi transmitida para os humanos, ou se aconteceu o contrário. Mas, segundo eles, o consumo de leite de vaca não representa nenhum risco de contágio, dado que o processo de pasteurização elimina totalmente a Staphylococcus aureus.

Calcula-se que um terço da população tem no organismo bactérias resistentes a antibióticos, principalmente na pele e nas fossas nasais. As cepas S. aureus são as principais responsáveis pelas infecções hospitalares. Em pacientes com um sistema imunológico debilitado, essas bactérias podem causar desde problemas cutâneos até infecções sanguíneas.

Nos países industrializados, as bactérias estão aumentando sua resistência aos antibióticos nos últimos anos. Calcula-se que entre 40% e 60% deles deixaram de responder aos tratamentos com os antibióticos mais comuns.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS tem a terceira maior incidência de casos de dengue do Brasil
IMUNIZAÇÃO
Vacina contra a gripe deve atingir 79 mil pessoas em Dourados
FUTEBOL
Casemiro vestirá a braçadeira contra a República Tcheca
DOURADOS
Câmara recebe visitas durante reunião pré-pauta desta segunda-feira
ARTIGO
Dourados: novos pilares do desenvolvimento
ECONOMIA
Brasil e Chile reforçam compromisso para viabilizar Corredor Bioceânico passando por MS
POLÍCIA
PRF apreende 350 mil maços de cigarros contrabandeados na BR-163
BRASIL
País cria 173 mil empregos, maior resultado para fevereiro desde 2014
DOURADOS
Corpo encontrado no Flor de Maio estava há cerca de 30 dias no local
LAVA-JATO
Justiça determina soltura do ex-presidente Michel Temer

Mais Lidas

TRÂNSITO
Homem morre após ser atropelado por motorista que fugiu do local do acidente
DOURADOS
Após brigar com a mulher, motorista bêbado invade e destrói oficina na Monte Alegre
RIO BRILHANTE
Homem é assassinado após matar e comer galo do vizinho
PONTA PORÃ
Homem em caminhonete é executado a tiros na região de fronteira