Menu
Busca terça, 20 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Ataque a mesquita do palácio fere presidente do Iêmen e mata quatro

03 junho 2011 - 09h41

Um ataque à mesquita do palácio presidencial deixou autoridades feridas e matou quatro guardas presidenciais nesta sexta-feira (3) em Sanaa, capital do Iêmen, segundo o governo.

O presidente Ali Abdullah Saleh, cujo regime é alvo de violentos protestos oposicionistas, ficou levemente ferido no ataque, segundo autoridades.

Ele teria sido ferido atrás da cabeça, disse uma fonte do Congresso Popular Geral (CPG), partido governista.

Saleh deve fazer um pronunciamento à nação em breve, segundo Abdu al-Janadi, ministro da Informação.

Pelo menos duas bombas atingiram o prédio, durante as tradicionais orações de sexta-feira.A TV oposicionista Suhail chegou a dizer que Saleh foi morto no ataque.

O premiê, Ali Mohammed Mujawar, o vice-premiê e o presidente do Parlamento teriam se machucado, havia dito mais cedo um porta-voz do governo.

De acordo com a TV Al Arabiya, e o presidente do Parlamento ficou em estado grave.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARALIMPÍADAS ESCOLARES
MS participa do maior evento paradesportivo Escolar do Mundo
POLÍTICA
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
PARAGUAI
Sobrinho de prefeito foi executado por terroristas com 11 tiros
FUTEBOL
Brasil vence Camarões por 1 a 0 no último amistoso do ano
EDUCAÇÃO
Enem vai mudar e terá dias de prova geral e específica, diz ministro
FUTEBOL
Datas e regulamento do Estadual mudam um dia após arbitral
DOURADOS
Comafro promove atividade pelo Dia da Consciência Negra
CULTURA
Filme de MS conquista dois prêmios em festival internacional de cinema
OMISSÃO DE SOCORRO
MPF quer abertura de inquérito policial para apurar atropelamento de crianças em MS
BRASIL
Mandetta compara contratos do Mais Médicos a convênio entre Cuba e PT

Mais Lidas

DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
DOIS MESES DEPOIS
Acusados de matar rapaz em Dourados serão apresentados hoje
MARCELO PILOTO
Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela