Menu
Busca terça, 24 de abril de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018

Após perder PanAmericano e Baú, Silvio Santos deve ficar sem TV paga

04 janeiro 2013 - 15h30

#####Folha


O empresário e apresentador Silvio Santos deve perder o controle da TV Alphaville, que atua no segmento de TV paga na Grande São Paulo, devido à implementação da nova lei de TV por assinatura, que veda que uma emissora de televisão ou rádio tenha o controle de uma empresa de telecomunicações, ramo ao qual pertencem as operadoras de TV por assinatura. Desde novembro de 2010, quando foi descoberto o rombo bilionário no banco PanAmericano, o empresário reviu boa parte de seus negócios e se desfez de parte do império construído ao longo de sua vida inteira. Para sanar as dívidas e enxugar as atividades do Grupo Silvio Santos, o apresentador vendeu o PanAmericano, a empresa de pagamentos online Braspag e por último a rede de lojas do Baú da Felicidade.



O SBT, que foi dado como garantia no empréstimo de R$ 2,5 bilhões do Fundo Garantidor de Crédito do banco, manteve-se em seu portfólio, que agora concentra ações em consumo, com a Jequiti Cosméticos, comunicação, por meio do SBT, e capitalização, por meio da Liderança capitalização, cujo principal produto é a Tele Sena. Além dessas empresas, segundo informações do site oficial, fazem parte do Grupo Silvio Santos a Sisan Empreendimentos Imobiliários, no setor de incorporação imobiliária, a produtora de vídeo Promolíder e o hotel Sofitel Jequitimar Guarujá, na área de hotelaria.



Para evitar a perda da emissora de TV por assinatura, o empresário enviou em outubro à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) um novo organograma societário no qual o SBT passa a ter 49% do capital votante da TV Alphaville, enquanto Renata Abravanel, filha do empresário, fica com 6%. Segundo a nova legislação, Silvio Santos não pode ter 50% ou mais do capital com direito a voto da TV Alphaville, de acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo e Terra.



A tentativa do apresentador de diminuir sua participação na operadora de TV paga não é ilegal, porém deverá ser vetada pela Anatel, que tem uma resolução que define controle que tem o controle de uma empresa quem a dirige, de forma direta ou indireta; o que significa que mesmo fora de parte da empresa o empresário deve continuar sendo considerado seu gestor. Além da perda de bens, o empresário de 80 anos enfrenta outro problema: definir um sucessor. Para ajudá-lo na tarefa, ele contratou uma consultoria para apontar quem está melhor preparado para assumir o comando de suas empresas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Intenção de investimentos da indústria de MS tem melhor resultado em quase 4 anos
TURISMO CULTURAL
Festivais de jazz e sapateado agitam Florianópolis
DOURADOS
Comércio espera movimentar R$ 13 milhões no Dia das Mães
ESTILO
Tendência Rock on é a dica desta terça-feira
DOURADOS
Estagiários alegam atraso no bolsa-auxílio e protestam com paralisação
LANCHE
Pão doce de canela, veja como fazer
TRÊS LAGOAS
Polícia cumpre mandado de prisão e apreende produtos artesanais
ARTIGO
Sindicatos são os legítimos representantes dos trabalhadores
BRASIL
Lula entra com recursos em instâncias superiores sobre o caso triplex
CONTRABANDO
Homem é preso com 450 mil maços de cigarros e caminhão roubado

Mais Lidas

TRÊS LAGOAS
Morre vítima de acidente com carreta; filho revelou tentativa de suicídio
VIOLÊNCIA SEXUAL
Homem é flagrado estuprando adolescente de 12 anos
ABASTECIMENTO
Bairros de Dourados ficarão sem água nesta terça-feira
MORTES NO TRÂNSITO
Mulher morre em acidente entre moto e caminhão em Amambai