Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
SERÁ?

Após depoimento de Funaro, Dilma tenta anular impeachment no STF

18 outubro 2017 - 18h05Por Agência Brasil

Um ano após ser cassada, a ex-presidente Dilma Rousseff voltou a pedir ontem (17) ao Supremo Tribunal Federal (STF) que lhe restitua com urgência o cargo. O pedido foi feito em um mandado de segurança aberto em 30 de setembro de 2016, pouco após o impeachment.

Ela reforçou a nova solicitação após os depoimentos de Lúcio Bolonha Funaro, operador financeiro que acusou o ex-presidente da Câmara, o deputado federal cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de comprar votos a favor do impeachment.

Apesar de serem sigilosos, os vídeos com os depoimentos da delação premiada de Funaro foram disponibilizados neste mês no site da Câmara, em meio aos documentos que fundamentam a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, também delatado pelo operador financeiro.    

Nos depoimentos, Funaro afirma ter repassado R$ 1 milhão a Cunha, então presidente da Câmara, para ele "comprar” votos favoráveis ao impeachment, de modo a afastar “de qualquer jeito” Dilma Rousseff da Presidência da República.

“Resta, assim, explicado agora, como o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha conseguiu ‘convencer’ parlamentares a votar pela cassação do mandato presidencial de Dilma Rousseff”, escreveram os advogados da ex-presidente, José Eduardo Cardozo e Renato Ferreira Franco, na nova petição, protocolada na noite de ontem. Na peça, afirmam ter ficado “evidente”, a partir da fala de Funaro, a compra de votos contra Dilma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem invade residência, atira em outro e foge de caminhonete
COAF
Toffoli revoga decisão de acessar dados sigilosos de 600 mil contribuintes
SEXTA EDIÇÃO
Festival gastronômico CataGuavira começa sexta-feira em Bonito
UEMS
Ação preventiva sobre a saúde do homem será quinta-feira em Dourados
CORUMBÁ
Morre em hospital ciclista, de 51 anos, atropelado por veículo
BRASIL
Bolsonaro diz que a reforma administrativa será a 'mais suave possível'
GOLPE
Deu cartão para garota cobrar programa e perdeu mais de R$ 2 mil
ID ESTUDANTIL
MEC informa que emissão da "Carteira de Estudante" não está disponível
CRIME AMBIENTAL
Trator passando em cima de jacarés será investigado pela PMA
BELA VISTA
Condenada por matar filha bebê é encontrada morta em presídio

Mais Lidas

POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
DOURADOS
Motociclista fica gravemente ferido após colisão no Parque Alvorada
FURTO
Casal é flagrado dentro de panificadora fechada na madrugada
DOURADOS
Mulher ameaça policiais com facão em abordagem por manobras perigosas