Menu
Busca Terça, 23 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017

Após acordo, Brasil vai fotografar plantações de coca na Bolívia

18 Dezembro 2012 - 13h09

Os governos do Brasil e da Bolívia estão em fase final de negociação para que os dois Vants (Veículos Aéreos Não Tripulados) brasileiros entrem em território vizinho para fotografar plantações de coca, matéria-prima de drogas como cocaína e crack.

As imagens serão usadas pelos governos para estruturar ações de combate ao tráfico de drogas na fronteira dos dois países, que tem 3.462 quilômetros de extensão.

Os governos também fecharam acordo para que peritos brasileiros viajem até a Bolívia para recolherem amostras de folhas de coca em diferentes regiões do país, o que facilitará o trabalho de laboratório para indicar a origem das drogas que entram no Brasil.

Os brasileiros também irão treinar peritos bolivianos a fazer exames que identificam a origem das folhas de coca.

Como a Folha revelou em julho, a Bolívia é a origem de 54,3% da cocaína que entra no Brasil. A partir da análise química da droga apreendida no país, a Polícia Federal descobriu a procedência exata do que circula pelo país.

GRUPO

Os governos de Brasil, Bolívia e Peru criaram um grupo de trabalho para propor um plano conjunto de combate ao tráfico de drogas.

"Os veículos da Polícia Federal poderão sobrevoar o território boliviano fornecendo imagens para que se possa fazer o enfrentamento do crime organizado na própria Bolívia", anunciou o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça).

"Isso é muito importante para que, com ações de inteligência, seja possível unir esforços", completou o ministro.

Segundo Cardozo e o ministro de Governo da Bolívia, Carlos Romero, ainda é preciso discutir onde essas imagens serão feitas e se não há nenhum impedimento legal para o sobrevoo.

Eles preveem que o primeiro voo deve ocorrer em um mês.

O ministro boliviano afirmou que a fronteira entre os dois países "é uma zona vulnerável de tráfico aéreo
de drogas".

Para Cardozo, a colaboração internacional, com troca de informações, ajuda no combate ao tráfico nas fronteiras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU CALOR!
Gracyane Barbosa exibe barriga sarada e corpão durante foto no deserto
ATENÇÃO
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
VEM NOVIDADES!
WhatsApp altera forma de exibir notificações no Android 8
BRASIL
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
Intervenção militar seria enorme retrocesso, diz comandante do Exército
SEGURANÇA
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
Agepen discute em Brasília integração entre sistemas de informações prisionais do país
EMPRESÁRIOS
Começa hoje prazo para preenchimento da Rais
Começou nesta terça-feira (23) o prazo para o preenchimento da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2017. Empresários poderão enviar dados até o dia 23 de março, por meio de formulário online. De acordo com o Ministério do Trabalho, não há possibilidade de prorrogação do prazo de entrega do formulário.
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
Dólar fecha em alta e encosta em R$ 3,25
POLÍTICA
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
Julgamento de Lula é "evento natural", diz Temer na Suíça
MENOR TAXA
Prévia indica inflação oficial no início de 2018 0,39%
DOURADOS
Jovem apontado por tráfico no Estrela Tovi é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem é preso no Canaã II por posse de munições de uso restrito
CAPITAL
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
Professor é preso por assediar alunos de escola pública
BILIONÁRIOS
Cinco brasileiros concentram mesma riqueza que a metade pobre do país
FEMINICÍDIO
Assassinato de mãe de seis filhos foi premeditado, acredita polícia