Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Antes de vir ao Brasil, Pato tem jantar de despedida com namorada

04 janeiro 2013 - 12h26

lexandre Pato e Barbara Berlusconi tiveram um jantar de despedida pouco antes do atacante embarcar para o Brasil. O jogador foi vendido pelo Milan ao Corinthians por R$ 40 milhões e ficará distante da namorada. O casal escolheu comer no restaurante Yacout, de comida marroquina.

O relacionamento enfrentará agora a distância de cerca de 10 mil quilômetros e o tempo escasso na vida dos dois com rotinas de treinamento para ele e trabalho como dirigente rossonera para ela, que é diretora no clube do qual seu pai é dono. Mas Barbara garante que não será problema:

-Somos um casal feliz e sereno. A distância Milão-São Paulo não vai nos assustar - disse ela à agência ANSA.

O casal havia se separado em setembro. Algum tempo depois, eles foram fotografados novamente em um passeio. No Ano Novo, curtiram a virada para 2013 juntos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
Ex-ministro dos Direitos Humanos faz palestra dia 26 em Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem é preso acusado de sequestrar secretária para roubar caminhonete
EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para exames de proficiência em língua estrangeira
VÍNCULO AFETIVO
STJ garante direito de visita a animais de estimação após separação
CONCURSO
Comarca de Bonito selecionará estagiários de Administração
JUSTIÇA
Homem é condenado por fraudar assinatura da ex-mulher em cheques
FUTEBOL
Alberto Valentim deixa o Botafogo para dirigir time do Oriente Médio
ABIGEATO
Propriedades rurais são alvo de ladrões de gado em Nova Andradina
CAIXA DOIS
Fachin vota pela absolvição de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo
ECONOMIA
Retiradas do PIS/Pasep batem recorde no primeiro dia de saque

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
DOURADOS
Dupla é presa por tentativa de homicídio contra vendedor de espetinhos
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços