Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Amistoso entre Brasil e Paraguai será às 15 horas

13 agosto 2002 - 15h04

O amistoso que irá acontecer entre Brasil e Paraguai, em comemoração à conquista do pentacampeonato, na próxima quarta-feira, será realizado às 15 horas, no estádio Castelão em Fortaleza. A confirmação foi feita há pouco pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Será decretado ponto facultativo à tarde nos órgãos municipais, estaduais e federais e grande parte da indústria e do comércio fechará a partir do meio-dia. O jogo não será realizado à noite por causa da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, que começa no dia anterior à data da partida.
Segue abaixo a programação da seleção brasileira para o amistoso, que marcará a despedida do treinador Luiz Felipe Scolari:

Dia 19 - Chegada a Fortaleza (11h40) e treino no Castelão às 18 horas
Dia 20 - Treino no Castelão às 15 horas
Dia 21 - Jogo contra o Paraguai ás 15 horas
Dia 22 - Saída de Fortaleza ás 9 horas



Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher