Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

AmBev pede que Pânico na TV tire tchecas do ar

18 maio 2011 - 19h36

A AmBev, fabricante da cerveja Skol, pediu à produção do “Pânico na TV”, programa humorístico veiculado pela Rede TV, que tire do ar imagens com as personagens tchecas Michaela e Dominika. O programa tem entre seus patrocinadores a marca de cerveja. A informação é de Lica Bueno, diretora
nacional de mídia da agência de publicidade FNazca, uma das responsáveis pela conta da Skol.

Procurada, a assessoria de imprensa da Ambev não retornou as ligações da reportagem do iG. “Nós falamos com os executivos da empresa e eles decidiram pedir para tirá-las do programa”, disse Lica, ressalvando que não fala em nome da cervejaria. "É praxe no mercado uma pessoa ligada a uma marca não aparecer em programas patrocinados pela concorrência".

A atitude da fabricante de bebidas foi uma reação à revelação pelo jornal Folha de S. Paulo que as duas moças não são turistas tchecas em visita ao Brasil como fizeram a produção do Pânico acreditar. Elas têm participado do programa há cerca de dez semanas.

Segundo a reportagem, as duas são garotas propaganda da Companhia Brasileira de Bebidas Premium (CBBP), que prepara o lançamento da cerveja Proibida para junho. A empresa tem fábricas em Pernambuco e no Ceará. Ninguém atendeu os telefones na CBBP.

“Foi uma surpresa”, disse Lica, contando que soube que as duas estavam ligadas a uma empresa concorrente da AmBev por meio do telefonema da reportagem da Folha de S. Paulo. A publicitária lembra que a reação entre os executivos da AmBev foi “mais fria”. “Eles estão acostumados com essas questões de concorrência”, justifica.

O contrato de patrocínio da AmBev com o Pânico na TV foi fechado no final de 2009 com validade de um ano. No final do ano passado, foi renovado por mais um ano. De acordo com a diretora da FNazca, a fabricante de bebidas não permite que o valor do contrato seja revelado.

Lica Bueno afirma que a produção do programa da Rede TV chegou a pensar em colocar Michaela e Dominika no ar e “detonar” com as duas. “Mas a decisão (de tirá-las do ar) foi estratégica.” Ainda segundo a diretora da FNazca, a AmBev não tomou qualquer decisão no sentido de suspender ocontrato com o programa.

Segundo a reportagem, Michaela é a personal trainer Michaela Matejkova e Dominika é Alicia Seffras. As duas foram selecionadas na Europa para participar da ação da CBBP. Foram localizadas pela produção do Pânico em redes sociais na internet. A humorista Sabrina Sato, do Pânico, chegou a criar o bordão "libera a tcheca" ao aparecer com as duas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro participa nesta quinta-feira de ato de fundação de novo partido
JUSTIÇA
Acusado de matar ‘amante’ da namorada é condenado a 15 anos de prisão
DOURADOS
UEMS e WWF-Brasil firmam acordo para Centro de Estudos de Fronteira
ECONOMIA
Pagamento do 13º do Bolsa Família está garantido, diz porta-voz
NOVA ANDRADINA
Mulher faz rifa para ajudar no tratamento de marido vítima de acidente
CASO MARIELLE
Porteiro volta atrás e diz que errou ao dizer que havia falado com 'seu Jair'
ROTA BIOCEÂNICA
Itaipu licita em dezembro o projeto executivo da ponte do Rio Paraguai
ECONOMIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
ARTIGO
Dourados por três dias é sede do governo
TRÊS LAGOAS
Crianças ficam sob mira de revólver durante assalto em residência

Mais Lidas

ESTELIONATO
Suspeita de aplicar golpes em Dourados é presa na Paraíba
OPERAÇÃO PATRON
Dono de loja de importados na fronteira também é alvo de operação
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO
Ex esperou mulher chegar de curso para tentar matá-la no Estrela Verá
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud