Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Advogado entra com pedido para libertar ex-jogador Edmundo

16 junho 2011 - 12h30

O advogado do ex-jogador Edmundo, Arthur Lavigne, apresentou ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por volta do meio-dia desta quinta-feira, pedido de habeas corpus para tentar libertar seu cliente, preso em São Paulo desde a madrugada de hoje.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio, o pedido ainda não foi distribuído aos desembargadores --portanto, não é possível saber quem será responsável por decidir se concede ou não a liberdade. Mas a distribuição vai ocorrer nas próximas horas e a decisão pode ser tomada ainda hoje.

O advogado Arthur Lavigne alega que a pena de Edmundo --condenado em 1999 a quatro anos e seis meses de prisão por responsabilidade em um acidente ocorrido em 1995 na Lagoa (zona sul do Rio) --já prescreveu.

O ex-jogador foi preso durante a madrugada desta quinta-feira, em um flat no Jardim Europa, zona oeste de São Paulo. A transferência será feita de carro, mas não foi informado quantos veículos e homens participarão.

Condenado pela morte de três pessoas em um acidente de trânsito ocorrido em 1995 no Rio, Edmundo teve a prisão decretada no último dia 14. Considerado foragido, ele foi localizado após uma denúncia anônima.

Edmundo aguarda a transferência, sozinho em uma cela da SIG (Setor de Investigações Gerais), da 3ª Delegacia Seccional Oeste de São Paulo. O local tem 2,5 metros2 e não tem colchão. O ex-jogador recebeu duas visitas hoje e comeu apenas o que foi levado pelas duas pessoas que se dizem "conhecidas" dele.

###PRISÃO

Os policiais chegaram ao flat por volta das 23h de ontem e confirmaram com funcionários a presença do ex-jogador no local. Edmundo, que estava sozinho no apartamento, tomou um banho e ligou para seu advogado antes de ser conduzido ao 14º Distrito Policial, em Pinheiros.

Segundo informações da Polícia Civil, o ex-jogador estava calmo e disse que aguardava orientações de seu advogado para se entregar.

Edmundo era considerado foragido. A Polícia Civil do Rio já havia realizado ontem buscas em ao menos quatro endereços à procura dele, sem sucesso.

Edmundo foi condenado em março de 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por homicídio culposo e lesão corporal culposa, por conta de um acidente de carro ocorrido na Lagoa, zona sul do Rio, na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Do interior de presídio, líder do PCC ordenou 28 assassinatos em MS
SOLIDARIEDADE
Para respirar fora de hospital, bebê precisa de aparelho de R$ 40 mil
CRIME AMBIENTAL
Paulista é multado em R$ 83 mil por desmatamento em áreas diferentes
OPORTUNIDADES
Concursos com 306 vagas serão realizados em municípios de MS
TRAGÉDIA
Sobe para sete número de mortos na queda de prédio em Fortaleza
UEMS
Dia do servidor terá corrida, caminhada e vacinação na Cidade Universitária
SEMIABERTO
Ex-presidente Lula pede à Justiça para não mudar de regime
ELDORADO
Polícia apreende R$ 300 mil em embarcações usadas por contrabandistas
INTERNACIONAL
Astronautas fazem primeira caminhada 100% feminina no espaço
POLÍTICA
Líder do PSL diz que Bolsonaro tentou comprar deputados com cargos

Mais Lidas

BNH IV PLANO
Polícia investiga morte de bebê logo após parto em Dourados
DOURADOS
Com fim de contrato, empresa começa a retirar lombadas eletrônicas
DOURADOS
Pente-fino teve ‘bate-grade’ e apreendeu drogas, celulares e facas artesanais
DOURADOS
Ladrões invadem e fazem “limpa” em casas