Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Autópsia em jogador do Benfica morto ontem é inconclusiva

26 janeiro 2004 - 18h17

A autópsia realizada no jogador húngaro Miklos Feher, que faleceu no ontem, em um hospital na cidade de Guimarães, após sofrer um colapso em campo na vitória de sua equipe, o Benfica, por 1 a 0 sobre o Vitória local, não foi capaz de determinar a causa da morte do jogador, de 24 anos.Segundo um comunicado emitido pela Procuradoria Geral da República, foram recolhidas mostras de tecidos para exames complementares. O procedimento desta segunda-feira durou mais de quatro horas.O enterro do atleta será realizado na próxima quarta-feira, na cidade de Gyor, na Hungria.Feher começou o jogo no banco e entrou em campo aos 15min do segundo tempo. Nos acréscimos, depois que seu time marcou o gol da vitória com Fernando Aguiar, aos 46min, o húngaro recebeu um cartão amarelo por causa da comemoração. O jogador sorriu para o juiz e, em seguida, caiu de costas no gramado.Os médicos tentaram reanimá-lo ainda em campo, e o jogador foi levado de ambulância para o hospital, onde não resistiu e morreu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Nelsinho Trad oficializa pedido para reativar Parlamento Amazônico
CAMPO GRANDE
Durante discussão, major da PM atira contra o ex-namorado
TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo
ANASTÁCIO
Motorista perde controle de direção e tomba carreta em ponte
EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto
CONCURSO
Exército abre inscrições para 1.100 vagas da Escola de Sargento
CORUMBÁ
Homem mata professor e foge após confessar crime para mãe
FUTEBOL
Maracaju terá que mandar jogos com portões fechados
NAVIRAÍ
Agente penitenciário é preso acusado de fornecer celular e drogas aos detentos

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018