Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
MESA DIRETORA

“Ausência coletiva foi estratégia para que a eleição não ocorresse”, diz Alan Guedes

07 dezembro 2018 - 17h35Por Gizele Almeida

O vereador Alan Guedes (DEM) afirmou que a falta de quórum na votação desta sexta-feira (07), na sessão que elegeria a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Dourados foi “manobra” da chapa “Legislativo Forte”. A eleição da Mesa Diretora da Casa de Leis  para o biênio 2019/2020  foi adiada após oito vereadores se ausentarem da sessão

O democrata é candidato a presidência registrado na chapa 2 “Legislativo Livre”, a qual conta ainda com Elias Ishy (PT) como candidato a vice-presidência, Sérgio Nogueira (PSDB) como primeiro secretário e Cirilo Ramão (MDB) como segundo secretário. 

Os ausentes desta sexta-feira (07), foram Júnior Rodrigues, Silas Zanata, Cido Medeiros, Bebeto, Jânio Miguel, Juarez de Oliveira, Carlito do Gás e Romualdo Ramin. Idenor Machado, Cirilo Ramão e Pedro Pepa estão presos na Operação Cifra Negra. 

Dos três presos, dois encabeçam a chapa “Legislativo Forte” sendo Pedro Pepa e Cirilo Ramão. Os demais colegas ausentes seriam apoiadores da chapa. 

Diante dos fatos, Guedes disse ao Dourados News que com a ausência coletiva “o que se percebe é que foi uma estratégia para que a eleição não fosse realizada hoje”. 

O legislador opina que “a Câmara Municipal está sangrando há algum tempo. Nos últimos 35 dias, quatro membros dessa Casa de Leis foram presos e isso é ruim e que é preciso devolver o pleno funcionamento da instituição”. 

Ele se refere além dos presos na Operação Cifra Negra e a vereadora Denize Portollan presa no mês passado, na Operação Pregão que investiga fraudes em licitação.

Conforme mostrado pelo Dourados News, a nova eleição da Mesa Diretora da Casa de Leis foi marcada para o sábado (08), às 14h. 

O vereador Alan Guedes diz que espera que espera que a votação aconteça, independente dos resultados. 

“É muito ruim pra Câmara Municipal essa questão mas nós esperamos que amanhã às 14h possamos votar a formação da mesa diretora. Espero que cada vereador decida, cada um é independente, é responsável pelo seu voto e espero que cada um que está apto a votar, o faça”. 

Votações incertas

A presidente da Câmara Municipal de Dourados, Daniela Hall, destacou que é a primeira vez que a eleição da Mesa Diretora não acontece em sua gestão por falta de quórum e que o regimento interno da Casa de Leis prevê que a mesma aconteça até a primeira semana de dezembro. 

Alan Guedes afirmou incertezas diante da situação com as questões a serem votadas, como o orçamento de 2019 do Poder Executivo que também seria votado nesta sexta-feira (07). 

“Com essa situação, não sabemos ainda o que poderá ser votado ainda esse ano. Podemos perder a oportunidade de votar a peça orçamentária da prefeitura”, disse. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados