Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Artuzi apresenta projeto de lei e requerimentos na AL

02 dezembro 2003 - 18h45

Preocupado com a melhoria da qualidade de vida dos moradores de inúmeras comunidades o deputado estadual Ari Artuzi (PDT), encaminhou para a mesa diretora da Assembléia Legislativa o projeto de lei que declara de Utilidade Pública Estadual a Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Jardim das Hortências I, com sede no município de Campo Grande. Em sua clara justificativa Ari Artuzi afirma que tal projeto de lei irá beneficiar uma grande comunidade, pois, ao tornar-se de Utilidade Pública Estadual a referida Associação;  “os moradores do Jardim  Hortência passarão a ter uma entidade que os represente de forma muito mais fortalecida junto aos poderes públicos municipal e Estadual”, declara Artuzi.Sem esquecer-se dos compromissos com os municípios do interior do Estado, mais precisamente com aquelas cidades do Sudoeste, o parlamentar apresentou expediente solicitando a reforma total do prédio da Escola Estadual de I Grau Éster Silva, localizada no município de Bela Vista. Preocupado em preservar e proporcionar o melhor bem estar possível aos seus alunos, Artuzi, com isso, pretende atender a reivindicação extremamente justa dos 830 (oitocentos e trinta) alunos que ali estudam em três turnos tendo em vista que há muito tempo a unidade escolar não tem nenhum tipo de reforma e isso, faz com que aumente ainda mais a necessidade de reformá-la totalmente.Com o mesmo objetivo o deputado Ari Artuzi encaminhou expediente solicitando reforma total no prédio da Escola Estadual Armando Silva Carmelo, localizada no município de Dourados. Nessa escola estudam aproximadamente 520 alunos regularmente matriculados no Sistema Médio e Fundamental, em dois turnos, porém além dessas turmas, existem mais quatro (04) turmas no período vespertino em que seus alunos, cerca de oitenta, estão na pré-escola. O deputado Ari Artuzi, entende que uma escola que não sofre nenhum tipo de reforma no seu corpo físico nos últimos doze anos, não pode realmente, proporcionar uma condição digna aos seus alunos e professores.A pedido do senhor Francisco Santiago Pinto, líder comunitário do bairro Jardim Noroeste, no município de Campo Grande, o parlamentar, sentindo-se sensibilizado, encaminhou solicitação pedindo estudos para que seja construído um Centro Comunitário no referido bairro. “O Centro Comunitário servirá para que sejam realizados diversos cursos profissionalizantes com a finalidade de aperfeiçoar o conhecimento dos moradores daquele local, bem como, promover a geração de empregos e renda”, finaliza Artuzi.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Cuidadora é presa após assalto que terminou em morte de médico de 93 anos
TST
Petroleiros fecham acordo com a Petrobras e encerram greve de 20 dias
JARDIM
Armado, homem ameaçava enteada de 8 anos para estuprá-la
UEMS
Mestrado Profissional em Ensino em Saúde abre inscrições em Dourados
ECONOMIA
Associações pedem que Reinaldo revogue aumento do ICMS da gasolina
CAMPO GRANDE
Mulher é presa após xingar idoso e bater na vizinha com mangueira
BATAYPORÃ
Chuva de 90 milímetros coloca cidade de MS em situação de emergência
FOLGA
Bolsonaro passa o carnaval em unidade do Exército no Guarujá
CAPITAL
Major da PM que matou ex-namorado foi agredida e ficou em cárcere
ECONOMIA
Projeto Maracujá Agroecológico começa a dar resultado a produtores

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia