Menu
Busca quarta, 19 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Arruda avaliará polêmica sobre térmica de Três Lagoas

08 dezembro 2003 - 17h05

O ex-secretário de Infra-Estrutura e atual presidente da MSGás, Maurício Arruda, disse nesta manhã, em reunião com deputados, na presidência da Assembléia Legislativa, que irá conversar com o prefeito de Três Lagoas e com o Ministério Público Estadual para discutir a polêmica ambiental sobre a termelétrica instalada na cidade. Há uma ação civil na Justiça local tentando impedir a geração de energia diante da ameaça de riscos ambientais e à saúde.Recentemente, em audiência pública na cidade, estudiosos sugeriram a transferência da usina para outra região onde houvesse menos influência dos ventos, que levariam poluentes à área urbana. Arruda explicou que irá à cidade para discutir o assunto. Foi uma resposta a questionamento feito pela deputada Simone Tebet (PMDB), que disse que já tinha cobrado providências do antecessor de Arruda, o ex-presidente da MSGás Luis Landes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA AMÉRICA
Pressionada após derrota, Argentina encara o Paraguai nesta quarta
RESERVA INDÍGENA
Casal é preso pelo assassinato de tio e sobrinho em Dourados
CAMPO GRANDE
Homem morre ao colidir moto na traseira de carro em rodovia
DOURADOS
Bancos, comércio, shopping; veja o abre e fecha do feriado de Corpus Christi
EDUCAÇÃO
Secretário de Educação Básica do MEC visita Escolas da Autoria em MS
FUTEBOL
Copa Feminina: Argentina e Escócia disputam vaga nas oitavas de final
NOTA FRIA
PF de MS faz operação contra contrabando em PR e São Paulo
DOURADOS
Reinaldo atende Marçal e anuncia R$ 25 milhões para recuperar ruas
UFMS
Universidade encerra inscrições para professores com salários de até R$ 19 mil
JUDICIÁRIO
Acusada de matar cunhado por motivo torpe vai a júri nesta quarta

Mais Lidas

FATALIDADE
Corpo de douradense é encontrado no rio Aquidauana
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
RESERVA INDÍGENA
Dois são presos suspeitos pelas mortes de tio e sobrinho em Dourados