Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Arrozeiros temem inviabilidade da cultura devido normas do Código Florestal

04 maio 2011 - 14h09

A aplicação do Código Florestal, que está previsto para ser votado na noite nessa terça, dia 3 de maio, pode oferecer risco de redução da área de plantio de arroz no Rio Grande do Sul. Esse momento é preocupante para a maior parte dos produtores. Para outros, no entanto, pode ser uma esperança para preços melhores

Para agricultores como Eraldo Dutra, que planta arroz há 24 anos e possui, entre terras próprias e arrendadas, 97 hectares produtivos, os últimos dias têm sido de expectativa pelas alterações do Código Florestal. Com a aplicação das novas medidas ele poderá perder parte de sua área produtiva, já que os terrenos planos, como os de sua lavoura, próximo a rios, açudes ou lagos é caracterizado como várzea, modelo de terra que se enquadra nas áreas onde não deve haver cultivo de acordo com as modificações. A perda de grandes áreas, ocasionando um aumento de preço de produtos agrícolas, é um problema possível caso o projeto seja aprovado, alerta Eraldo.

No novo Código, no entanto, nem toda área de várzea terá de ser preservada, explica o professor e consultor do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), Cláudio Mundstock. O conceito de várzea, de acordo com o professor, varia de região para região e esse discernimento não está claro no projeto.

Caso todos os itens do atual Código Florestal fossem respeitados, 75% das lavouras de arroz do RS e SC estariam na ilegalidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PORTO MURTINHO
Após 58 dias internado, homem que caiu de ponte morre na Santa Casa
COVID-19
Bonito registra a primeira morte causada pelo novo coronavírus
CAPITAL
Dois dias depois de acidente, motociclista morre em hospital
TJ/MS
Aluna aprovada no vestibular tem direito a certificado de ensino médio
CRIME AMBIENTAL
PMA apreende carga de madeira ilegal e autua empresa em R$ 13 mil
EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para Curso de Informática Básica 2020
JUSTIÇA
Mulher que teve terreno retomado pelo Município deve ser indenizada
Traficante é preso com mais de 200 quilos de maconha na BR-163
MAIOR EM 20 ANOS
Mato Grosso do Sul registra abertura de 873 empresas no mês de julho
CAPITAL
Estudante de medicina é preso acusado de abastecer bocas de fumo

Mais Lidas

DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Amigos vão procurar homem e encontram corpo em avançado estado de decomposição
DOURADOS
Motociclista é atingido por veículo que praticava "racha' e tem fratura exposta
CORGUINHO
Jovem morre após sofrer acidente durante passeio de moto com amigos