Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Arrozeiros temem inviabilidade da cultura devido normas do Código Florestal

04 maio 2011 - 14h09

A aplicação do Código Florestal, que está previsto para ser votado na noite nessa terça, dia 3 de maio, pode oferecer risco de redução da área de plantio de arroz no Rio Grande do Sul. Esse momento é preocupante para a maior parte dos produtores. Para outros, no entanto, pode ser uma esperança para preços melhores

Para agricultores como Eraldo Dutra, que planta arroz há 24 anos e possui, entre terras próprias e arrendadas, 97 hectares produtivos, os últimos dias têm sido de expectativa pelas alterações do Código Florestal. Com a aplicação das novas medidas ele poderá perder parte de sua área produtiva, já que os terrenos planos, como os de sua lavoura, próximo a rios, açudes ou lagos é caracterizado como várzea, modelo de terra que se enquadra nas áreas onde não deve haver cultivo de acordo com as modificações. A perda de grandes áreas, ocasionando um aumento de preço de produtos agrícolas, é um problema possível caso o projeto seja aprovado, alerta Eraldo.

No novo Código, no entanto, nem toda área de várzea terá de ser preservada, explica o professor e consultor do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), Cláudio Mundstock. O conceito de várzea, de acordo com o professor, varia de região para região e esse discernimento não está claro no projeto.

Caso todos os itens do atual Código Florestal fossem respeitados, 75% das lavouras de arroz do RS e SC estariam na ilegalidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Casos de Influenza estabilizam em MS; campanha vacinal se encerra dia 31
NEGOCIAÇÃO
Projeto de lei sobre abono de servidores do Executivo passa a tramitar na ALMS
BRASIL
Morre menina queimada por gasolina de duto da Transpetro
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
SAÚDE
4 tipos de dor de cabeça e seus tratamentos
CAPACITAÇÃO
MS recebe congresso internacional de direito eleitoral amanhã
BRASIL
Câmara conclui votação de medida provisória da reforma administrativa
ARQUITETURA E DESIGN
Dicas para quem quer ter parede de tijolos em casa
POLÍCIA
Douradense é preso ao tentar transportar 1,7 t de maconha em caminhão
ESFRIOU!
Receita do tradicional quentão

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira