Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Ari Artuzi diz que foi ameaçado pelo prefeito Laerte Tetila

22 dezembro 2003 - 11h49

Por ocasião da entrega dos “kits” natalinos pelo prefeito de Dourados Laerte Tetila, na última sexta-feira dia l9 de dezembro, no estádio Douradão; “kits”  que haviam sidos enviados pelo governo do Estado, o deputado estadual Ari Artuzi que já se encontrava nas cercanias do bairro Izidro Pedroso distribuindo o seu calendário de 2004 para os moradores daquela região, ao ver o movimento no interior do estádio Douradão, decidiu ir até lá para entregar o seu material.Ao adentrar no estádio para distribuir o referido calendário que não contém nenhuma “mensagem política” e pelo fato de que os presentes em grande número ao verem o deputado, como sempre,  acabaram cercando-o para poderem receber um calendário igual, o que de forma natural, acabou desviando a atenção daqueles que ouviam os discursos dos “asseclas” de  Laerte Tetila, fato que deixou a sua inábil assessoria abalada e muito irritada,  que de forma inconseqüente mandou uma ameaça ao deputado estadual Ari Artuzi, dizendo que se ele não parasse a distribuição do calendário, a polícia seria chamada.Informado de tal ameaça por parte da assessoria do prefeito Laerte Tetila, neste domingo, o parlamentar declarou: “Primeiro é preciso ficar bem claro que o governador Zeca do PT não veio participar da comemoração do aniversário do município de Dourados porque sente-se envergonhado com a administração que Laerte Tetila vem tendo a frente do executivo douradense”. Em sua declaração Artuzi prossegue, “se tiveram a intenção de chamar a polícia para me impedir de distribuir um simples calendário aos meus amigos do bairro Izidro Pedroso, Parque Nova Dourados e Terra Roxa e, daqueles que se encontravam no interior do Douradão, o que dizer então da atitude de um prefeito que se utilizando da miséria dos mais necessitados, se auto promoveu com a distribuição de um “panettone” de péssima qualidade que havia sido enviada pelo Governo daquele que se recusou a comparecer ao aniversário de Dourados.”Indignado com a ameaça feita pela já manjada e carimbada assessoria de Tetila, Ari Artuzi concluiu: “Só espero que nesta segunda-feira, o PT de Dourados se manifeste diante da atitude  oportunista do “alcaide” douradense, que se aproveitou da ocasião e da necessidade de um povo que sem ter dinheiro, fez discurso político fazendo dos “panettones” natalinos o seu principal produto, isso sim é desrespeito com a população. Espero que a OAB, A Igreja e o Ministério Público se manifestem a respeito do referido evento no qual  ficou “caracterizado” o uso da máquina pública em proveito da pessoa do prefeito de Dourados José Laerte Cecílio”, finalizou Ari Artuzi.(Matéria a assessoria de Ari Artuzi)

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Em 6 anos, pessoas que se dizem pretas aumentam em todo o país
SÉRIE
Presidente de programação da HBO garante que canal não fará sequência de "GoT"
DOURADOS
Paisagista ressalta importância do verde na construção de ambientes saudáveis
JUSTIÇA
STF começa a julgar fornecimento de remédios de alto custo pelo SUS
FLAGRANTE
Carros com produtos contrabandeados são apreendidos em MS
BRASIL
Apenas 63% se vacinaram contra gripe no país
BR-267
Veículo roubado no Rio de Janeiro é recuperado em abordagem policial no MS
FUTEBOL
Seleção Brasileira inicia preparação na Granja Comary nesta quarta
MELHORIAS
Nova Estação de Tratamento de Esgoto em Dourados deve entrar em pré-operação em junho
ESTILO
8 Maneiras infalíveis de usar camisa de manga curta

Mais Lidas

DOURADOS
Presos fazem motim na PED em ala ocupada por membros de facção criminosa
ACIDENTE
Motociclista avança preferencial, colide com outra moto e morre
EDUCAÇÃO
Greve atinge escolas em Dourados e prejudica merenda, inspeção e limpeza
DOURADOS
Jovens são presos tentando arremessar drogas para dentro da Unei