Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Após 2 dias, termina greve em hospital de Aquidauana

07 janeiro 2004 - 15h37

Foi suspensa na manhã de hoje a greve dos funcionários do Hospital de Caridade de Aquidauana e o atendimento voltou ao normal no início da tarde. A paralisação tinha começado na segunda-feira. Os funcionários reivindicavam o pagamento do 13º salário, que não foi depositado, e o recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que não estaria sendo depositado desde novembro de 2003.O sindicalista Daniel Bispo informou que a categoria decidiu voltar ao trabalho depois de uma reunião com o secretário de Saúde do município, Paulo Reis, que prometeu o pagamento do salário de dezembro para próxima terça-feira e do 13º até o fim de janeiro. As outras reivindicações como recolhimento de FGTS, melhores condições de trabalho e descontentamento com a diretoria do hospital serão encaminhadas, segundo Bispo, para a DRT (Delegacia Regional do Trabalho). Os funcionários prometem nova greve se o acordo não for cumprido.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASA DE LEIS
Sessões, CPI e capacitação de servidores são os destaques da semana na Alems
POLÍTICA
Alto escalão do governo terá desempenho avaliado a partir de abril
ESPORTES
Final de semana de medalhas para judô brasileiro
CUIDADOS
Com riscos a saúde humana, pragas urbanas podem ser evitadas
REGIÃO
Maconha que seria levada para o Ceará é apreendida em MS
CONTRABANDO
PRF apreende de 2 toneladas de agrotóxicos escondidos em carga de leite
SAÚDE
Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil
CORUMBÁ
Escolas de samba realizam pré-desfile neste domingo
CAMPEÃO
Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa
DROGAS
Duas mulheres são presas por tráfico em ônibus que passava por Dourados

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
HARRISON DE FIGUEIREDO
Adolescente é detido e jovem é presa por tráfico, receptação e posse
DOURADOS
Dupla é presa por porte e posse ilegal de arma de fogo
FURTOS
Ladrões fazem “arrastão” e levam motos em Dourados