Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Anvisa proíbe sobremesas à base de gelificantes

12 agosto 2002 - 09h45

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o ingresso, a comercialização e a exposição ao consumo de sobremesas, balas e similares, à base de gelificantes em todo o território nacional.
A medida inclui mini-copos gelificados que contenham o aditivo INS 425 Goma Konjak (goma konjak, farinha de konjak, Konnyaku ou glucomanano de Konjak). A proibição se estende aos procedimentos de importação já iniciados, e aos produtos em trânsito nos portos, aeroportos e fronteiras.
A decisão da Anvisa, publicada hoje no Diário Oficial da União, leva em consideração o relato de várias mortes de crianças associadas ao consumo dos produtos contendo Konjak em países como o Canadá, Estados Unidos, Austrália e países asiáticos.
Por outro lado, a Comissão Européia decidiu suspender, em março deste ano, a colocação no mercado de confeitaria à base de gelificantes com o aditivo alimentar INS 425 Goma Konjak.


Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher