Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
SAÚDE

Anvisa aprova regras para recall de alimentos

09 junho 2015 - 19h15

Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou hoje (9) os novos critérios para recolhimento de alimentos com riscos à saúde da população.

Além de alimentos, bebidas e águas engarrafadas, ingredientes, embalagens e qualquer material que entre em contato com alimentos durante o processo de fabricação estarão sujeitos a essas regras, assim como a comunicação das empresas responsáveis com a Anvisa e os consumidores. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União e entra em vigor em 180 dias.

A partir de agora, todas as empresas da cadeia produtiva de alimentos deverão ter um Plano de Recolhimento de produtos disponíveis a funcionários e agentes de vigilância sanitária, além de garantir a rastreabilidade dos produtos, com sua identificação de origem e destino.

Aprovada pela diretoria colegiada da Anvisa, a norma determina que as empresas comuniquem a necessidade de realização de recall imediatamente após a identificação do problema. O descumprimento das novas regras caracterizará infração à legislação sanitária. A empresa estará sujeita ao recolhimento obrigatório dos produtos, à interdição, cancelamento de autorização e multa de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

Segundo a Anvisa, além de disciplinar o pronto recolhimento dos alimentos, a medida objetiva responsabilizar o setor produtivo pela oferta de produtos impróprios ao consumo, fortalecer o controle sanitário e adotar mecanismos eficientes de gestão de risco que desonerem o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária do país.

A Anvisa compara dados de vigilância sanitária do Brasil e dos Estados Unidos. No Brasil, dados do Boletim Saúde e Segurança do Consumidor 2015, do Ministério da Saúde, indicam que, em 2014, ocorreram 120 campanhas de recall no Brasil, sendo 15 relativas a produtos sujeitos à vigilância sanitária. Desses, seis foram referentes a alimentos.

Nos Estados Unidos, a FDA (agência americana de regulação de medicamentos e alimentos) registrou 396 recalls em 2014, sendo 278 de alimentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SELEÇÃO
CBF divulga numeração para últimos amistosos do ano
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
LAVA JATO
Lula será interrogado hoje pela juíza que substitui Sérgio Moro
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
NOVEMBRO AZUL
'Papo Aberto' acontece nesta quarta-feira, na Unidade 2 da UFGD
TELEVISÃO
Masterchef Profissionais: André é eliminado e Paola cai em prantos
RIO BRILHANTE
Prefeito anuncia corte do próprio salário em 10%
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
ENCONTRO
Azambuja e outros governadores se reúnem hoje com presidente eleito Bolsonaro
PALESTRA
Audiência será realizada em alusão ao mês da Consciência Negra

Mais Lidas

PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada
PEDRO JUAN CABALLERO
Vídeo mostra momento em que advogada é atingida por pistoleiros
FRONTEIRA
Advogada de Pavão e Marcelo Piloto é alvo de atentado com 14 tiros