Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

ANP determina redução do preço do gás de cozinha

15 agosto 2002 - 17h44

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) determinou, hoje, a redução do preço do gás de cozinha vendido pela Petrobras em 12,4% a partir da próxima segunda-feira, 19 de agosto.
A Petrobras é responsável por 99% do fornecimento de gás liquefeito de petróleo (GLP) para revendedoras e distribuidoras, que se comprometeram a repassar a redução do preço para o consumidor final, informou o diretor-geral da ANP, Sebastião do Rego Barros.
A ANP recebeu em 6 de agosto poderes especiais do Conselho Nacional de Política Energética para controlar os preços dos combustíveis em circunstâncias excepcionais.
"O panorama de instabilidade interna e externa, que espero que seja passageiro, nos levou a tomar esta medida, que é temporária", disse Rego Barros a jornalistas.
Desde janeiro deste ano os preços dos combústives estão liberados no mercado brasileiro. De acordo com o diretor-geral da ANP, o preço do gás de cozinha será o único a ser regulado pelo governo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Polícia investiga morte de bebê logo após parto em Dourados
CEARÁ
Sobe para cinco o número de morto no desabamento de Fortaleza
TEMPORAL
Vendaval destelharam cerca de 50 casas em Ribas do Rio Pardo
APROVADOS
Agepen publica quadro de vagas para lotação de agentes penitenciários
MIRANDA
Ambiental recolhe filhote de cateto em sede de propriedade rural
PLANALTO
Carlos Bolsonaro pede desculpas por fazer post no Twitter do pai
GUIA LOPES
Após morte de criança por overdose, ação da polícia prende sete
SOLIDARIEDADE
Família faz vaquinha para tratamento de menina com síndrome rara
FUTEBOL
Final da Libertadores de 2020 será no estádio do Maracanã
JARDIM
Mulher é agredida com golpes de capacete e esfaqueada pelo marido

Mais Lidas

DOURADOS
Ciclista morre no HV após ser atropelado por ônibus
POLÍCIA
Irmãos são detidos após polícia encontrar droga no Jardim Flórida
DOURADOS
UPA passa a atender apenas casos de urgência e emergência
EXPULSÃO
Chefão do narcotráfico é entregue à Polícia Federal brasileira