Menu
Busca terça, 25 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Ambientalistas querem prazo para ativação do lixão

10 dezembro 2003 - 13h06

A entidade ambientalista Salvar quer que o juiz Zaloar Murat, que preside hoje à tarde audiência pública de conciliação para decidir sobre o “lixão”, estabeleça prazos para a Prefeitura de Dourados realizar o processo licitatório e ativar o aterro sanitário municipal, que será construído em área já adquirida na região do Porto Cambira. “Em 30 dias é possível concluir o processo licitatório e em  120 dias é possível ativar a primeira célula para recebimento de lixo”, avaliou hoje o arquiteto Luiz Carlos Ribeiro, que pertence à entidade e já dirigiu a Fundação Iplan(Instituto Municipal de Planejamento e Meio Ambiente).A audiência acontece às 16 horas no anfiteatro do Fórum de Dourados. (Rozembergue Marques) 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Fazendeiro é autuado em R$ 73 mil por desmatamento de vegetação nativa
ANAURILÂNDIA
Médicos que faziam dupla jornada deverão devolver R$ 300 mil
CAPITAL
Motociclista de 43 anos morre em hospital depois de sofrer queda
JUSTIÇA
STF decide manter Lula preso enquanto não analisar suspeição de Moro
CAMPO GRANDE
Polícia desmantela laboratório de refino de cocaína e prende três
FLAGRANTE
Jornalista é preso tentando extorquir prefeito para não contar "bomba"
TRT/MS
Tribunal Regional do Trabalho abre inscrições para Programa de Estágio
MS
Traficante é preso com quase 300 kg de maconha em Nova Andradina
ESPORTES
Douradenses se destacam em Brasileiro de Karatê
JUDICIÁRIO
STF rejeita primeiro pedido de liberdade ao ex-presidente Lula

Mais Lidas

POLÍCIA
Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados
HOSPITAL DA VIDA
Jovem morre horas após acidente de moto
DOURADOS
Trans e namorado são presos suspeitos de extorquir cliente após programa
DOURADOS
Jovem morre ao bater moto contra carreta parada no Água Boa