Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Albino devolve o cargo a Tetila hoje a tarde

24 janeiro 2005 - 13h24

O vice-prefeito Albino Mendes, que substitui o prefeito Laerte Tetila interinamente desde o final da semana passada, vai devolver o cargo ao titular daqui a pouco. O prefeito, que viajou com a família, tinha retorno previsto para a manhã de hoje, devendo reassumir o comando do Município a partir das 14 horas. Pela manhã, Albino recebeu dirigentes do Dourados News e da rádio CBN/Mais e considerou positiva a interinidade. "Não houve solução de continuidade, tudo caminha normalmente por aqui", avaliou o vice-prefeito. Ele disse que pretende reunir-se com Tetila no começo da tarde para prestar contas das ações desenvolvidas enquanto esteve no cargo e em seguida volta a ocupar o gabinete destinado ao vice-prefeito, que fica no prédio onde funciona a Secretaria municipal de Indústria, Comércio e Turismo, a ser transformada em Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Empreendedorismo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FERIADO
Hoje ainda é ponto facultativo nas repartições públicas de Dourados
EDUCAÇÃO
Resultado da inscrição para Fies e P-Fies sai nesta quarta-feira
SAPUCAIA
Homem é encontrado morto às margens de rodovia após sair de lavoura
CIDADES
Agências bancárias reabrem às 12 horas desta quarta-feira de Cinzas
SAÚDE
Brasil registra o primeiro caso positivo do Novo Coronavírus
INOCÊNCIA
Jovem de 18 anos é assassinado a facadas durante festa de Carnaval
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
COPA DO BRASIL
Águia Negra treina em São Paulo para jogo contra Ferroviária
CAMPO GRANDE
Escola da zona rural é beneficiada com o parque feito em presídio
LITERATURA
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar