Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Agricultores atingidos pela seca terão financiamento prorrogados

20 março 2005 - 11h43

Os produtores de algodão, milho, arroz, trigo e soja prejudicados pela seca poderão prorrogar o prazo de financiamento para investimentos (compra de máquinas, equipamentos e veículos) com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) regulados pelo Tesouro Nacional. A decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) foi anunciada nessa sexta-feira pelo ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues.De acordo com a decisão do CMN, as regiões em reconhecida situação de calamidade ou emergência podem prorrogar o vencimento das parcelas deste ano em até um ano após o vencimento da última prestação. Em municípios onde houve dificuldade de comercialização causada pela seca, a prorrogação pode ser de até três anos. A ampliação do prazo, no entanto, será negociada, caso a caso, com os bancos. As medidas de ajuda ao setor envolvem R$ 3 bilhões em recursos do Banco do Brasil, dos quais R$ 2,62 bilhões devem ser pagos em parcelas ainda em 2005.A Assessoria de Imprensa do Ministério da Agricultura informou que os interessados na prorrogação devem procurar o Banco do Brasil até o dia 15 de abril. No caso de aumento de prazo para prestações vencidas, até 30 de abril. As demais prestações, até 31 de maio.Em outro voto, o CMN parcelou em três vezes as dívidas de custeio (compra de sementes e insumos para plantio) dos produtores de trigo. Isto representa R$ 278 milhões. Os vencimentos, previstos de dezembro de 2004 a março deste ano, foram prorrogados para junho, julho e agosto.Até o dia 15 de março, o Banco do Brasil registrou 13 mil pedidos de cobertura dos prejuízos causados pela estiagem somente no Paraná. A assessoria de imprensa do banco acredita que 25 mil agricultores familiares do Estado vão solicitar o auxílio.Mas essas não são as primeiras medidas que tentam amenizar os efeitos da estiagem, principalmente no Sul. No dia 11 deste mês, o Governo Federal criou um pacote de ajuda para a região. Esta prevista a liberação R$ 408 milhões, sendo R$ 300 milhões neste ano. Os agricultores também receberão, antecipadamente, os créditos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para a safra de inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo
ANASTÁCIO
Motorista perde controle de direção e tomba carreta em ponte
EDUCAÇÃO
UFGD fará programação de recepção aos calouros no dia 03 de março
CAPITAL
Menina de três anos tem braços quebrados após ser espancada por garoto
CONCURSO
Exército abre inscrições para 1.100 vagas da Escola de Sargento
CORUMBÁ
Homem mata professor e foge após confessar crime para mãe
FUTEBOL
Maracaju terá que mandar jogos com portões fechados
NAVIRAÍ
Agente penitenciário é preso acusado de fornecer celular e drogas aos detentos
BENEFÍCIO
Fundect abre 50 vagas para bolsas de Agentes Locais de Inovação
CAMPO GRANDE
Chuva forte alaga ruas e arrasta carros na Capital

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018