Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Agentes Tributários esclarecem aumento do salário do governador

11 dezembro 2003 - 18h46

Em virtude da grande repercussão provocada pela aprovação de projeto de lei que elevou para R$ 15 mil o salário-referência do governador de Mato Grosso do Sul, a diretoria do Sindicato dos Agentes Tributários Estaduais (Sindate) encaminhou hoje, aos seus filiados alguns esclarecimentos a respeito da nova lei, que classificou como “imprescindível” para que não ocorra o desmantelamento do Estado diante das distorções salariais provocadas pelo Projeto de Emenda Constitu-cional nº 67, que trata da reforma da Previdência.De acordo com o presidente do Sindate, Farney Machado, a forma como a lei aprovada ontem pela Assembléia Legislativa vem sendo analisada está equivocada. “Não se trata de reajuste dos vencimentos do governador, mas sim do salário-referência do chefe do Executivo Estadual”, destacou, esclarecendo que a medida é extremamente necessária quando levada em conta a necessidade de o Estado manter em seus quadros servidores de carreira e técnicos qualificados.“Hoje, o salário do governador é de pouco mais de R$ 7 mil, o que equivale dizer que qualquer servidor do Estado, por conta da PEC 67, está impedido de ter vencimentos acima desse valor. Com isso, haveria redução de salários, já que servidores de determinadas carreiras típicas de Estado ou que tiveram incorporados em seus vencimentos algumas vantagens com certeza iriam amargar prejuízos, o que geraria milhares de demandas judiciais”, disse Farney Machado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Irmã de Luan Santana posa de biquíni e recebe elogios: 'obra de arte'
ANGÉLICA
Jovem é preso por levar pistola de uso restrito para escola e ameaçar alunos
DOURADOS
Praça Antonio João terá mobilização pela Semana da Árvore no sábado
RIO GRANDE DO SUL
Justiça condena União a indenizar professora perseguida na ditadura
MEIO AMBIENTE
Jaguatirica capturada ferida em pousada é lavada para reabilitação
MIRANDA
Pecuarista é multado em R$ 17 mil por desmatamento em área protegida
ESTADOS UNIDOS
Bolsonaro viajará para assembleia da ONU em NY, diz porta-voz
CRIME AMBIENTAL
Construtor é autuado por caça e pesca predatórias e porte de arma
STJ
INSS deve pagar por afastamento de vítima de violência doméstica
CAPITAL
Gerente desvia R$1,2 milhão e compra casa em condomínio de luxo

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção