Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Afogamento com leite mata 2 bebês em Campo Grande

05 janeiro 2004 - 10h18

A 1ª Delegacia de Campo Grande registrou duas mortes de bebês por afogamento com leite. O primeiro caso aconteceu ontem cedo, no distrito de Indubrasil, com a morte Tauã Lima Mariano da Silva, de 7 dias. Ele tinha sido amamentado e na manhã de ontem, por volta de 7h30, os pais constataram que a criança estava morta.Eles pediram a ajuda de uma agente comunitária de saúde, que chamou a Polícia técnica e uma funerária.Outro bebê, de 3 meses, morreu também com a mesma suspeita. Trata-se de Vinícius Ramos dos Santos. O pai dele, Donizeth dos Santos, de 41 anos, comunicou o fato à Polícia Civil. Ele contou que a criança chegou a ser levada ao Hospital Regional nesta madrugada, mas já estaria morta. O pai não fez qualquer relação em depoimento à Polícia, mas informou que o menino estava sendo medicado com o colírio Atropina 1%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IGUATEMI
Conduta de cabo que matou sogro a tiros em fazenda será investigada
AEDES AEGYPTI
Paraguai decreta situação de emergência por conta da dengue
CAPITAL
Mulher desaparece após dizer que iria fazer tratamento em hospital
BRASIL
BC lança sistema que promete transferir dinheiro em até 10 segundos
CAMPO GRANDE
Após ser diagnosticada com doença rara, menina de 5 anos morre em hospital
REGIÃO
Procon aciona MPE para combater abusos na venda de combustíveis
JUSTIÇA
Réu por assassinato, filho foi escondido pela mãe o tempo todo
BRASIL
CGU vai fiscalizar os municípios de Caracol e Miranda em 2020
CRISE
Força Nacional será enviada ao Ceará após motim e tiros contra Cid Gomes
OPORTUNIDADE
Hospital Regional abre edital para processo seletivo com 27 vagas para profissionais da saúde

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018