Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Advogado pedirá a prisão temporária do prefeito de Paranaíba

06 janeiro 2004 - 13h23

O advogado Christofer Rezende, que defende a menor M.D.M.B., de 17 anos, protocola amanhã, às 13 horas, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, três queixas-crime contra o prefeito de Paranaíba, Diogo Tita (PMDB), uma delas pedindo sua prisão temporária por estupro e ameaça de morte. Na primeira denúncia registrada pela adolescente, no dia 4 de novembro do ano passado, o prefeito foi acusado de estupro, exploração sexual infantil e indução ao aborto. No entanto, o MPE (Ministério Público Estadual) arquivou o processo. Agora, além de acusar o prefeito por estupro e ameaça de morte, o advogado de M.D.M.B vai protocolar uma queixa por crime contra a honra. A mesma queixa-crime será protocolada em nome da mãe da menor, Shirley Borges.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Justiça manda município reformar escola rural pioneira
CAMPO GRANDE
Bandidos invadem condomínio de luxo e levam joias, dinheiro e armas
CAMPEONATO CARIOCA
Flamengo e Boavista decidem primeiro turno neste sábado
SEGURANÇA PÚBLICA
Operação Fronteira Segura é deflagrada no Sul do Estado
CORUMBÁ
Homem morre ao ser esfaqueado e assassino é preso
GAUCHÃO
Grêmio encara decisão contra o Caxias
DESACATO
Filha de vereador é presa após xingar policiais em blitz
BR-262
Pescadores liberam rodovia após quase 4h de protesto
JARDIM
Suspeito de estuprar enteada de 8 anos é preso
PESQUISA
Procon finaliza pesquisa de combustíveis mesmo após furto dos dados

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Após negociação, mulher é resgatada de torre no Guaicurus
DOURADOS
Bombeiro usou técnica de rapel para resgatar mulher em torre