09/01/2017 15h20

Professores da UFMS voltam a protestar contra PEC-55


Da Redação
 

A direção da ADUFMS (Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) autorizou a reposição da faixa denunciando os votos dos senadores favorável a PEC 55/2016 que congela por 20 anos os investimentos primários em educação, saúde e previdência, restringindo o reajuste dos recursos à inflação do ano anterior.

A direção autorizou a colocação de um banner e uma faixa na entrada da entidade, que faz frente ao portão de entrada dos funcionários do HU, executada no dia 20 de dezembro.

Em parceria com a frente Brasil e a CUT-MS também foram produzidos banner e e-cards para redes socais e o site da entidade.

Segundo comunicado emitido pela entidade, durante o período de recesso a faixa foi arrancada sem consulta aos funcionários e diretores como forma de esconder da opinião pública a posição dos parlamentares favoráveis a PEC 55, uma vez que nenhum dos eleitos propôs em sua plataforma de trabalho o corte de orçamento nestas áreas.

Na faixa, os três senadores sul-mato-grossenses, Simone Tebet (PMDB), Waldemir Moka (PMDB) e Pedro Chaves (PSC) são citados.

Envie seu Comentário