Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221

Acusado de matar criança foi morto por asfixia no IPCG

19 dezembro 2003 - 11h17

A diretora do sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul, Zenóbia dos Santos, informou há pouco que os presos Cícero Duarte, de 47 anos, acusado do assassinato de menina Mayara, de 3 anos, em Aquidauana, e João Severino de Paula, de 54 anos, condenado por estuprar uma criança, foram mortos a facadas e por espancamento. Cícero teria sido morto por asfixia e o colega de cela a pancadas e fancadas. Eles não foram violentados sexualmente. As mortes foram descobertas esta manhã no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande). A ala em que eles estavam era considerada segura, mas era compartilhada por 39 presos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Laura Keller exibe barriga chapada e corpo torneado ao renovar o bronze
PONTA PORÃ
Motorista que dirigia para traficante na fronteira sobrevive a 9 tiros de fuzil
OBRIGAÇÕES
MPT recomenda suspensão de repasses ao Instituto Gerir
POLÍTICA
Reforma dos militares será decidida em reunião nesta quarta-feira
UEMS
Abertas inscrições para Programa de Bolsas para Jovens Professores
NOVA ALVORADA
Polícia prende dois homens com veículo roubado na rodovia MS-145
INTERNACIONAL
Bolsonaro diz que retorna com “a sensação de missão cumprida”
COSTA RICA
Juiz decreta preventiva de acusado de matar a mulher com machadinha
DOF
Operação prende sete integrantes de facção ligados ao tráfico de drogas
STJ
Puccinelli responderá acusações da Papiros de Lama em liberdade

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
FRONTEIRA
Motorista que teria ligação com Pavão é executado a tiros e outro fica gravemente ferido
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FARRA
Polícia é acionada após grupo fazer festa em motel e tentar sair sem pagar