Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Acordo pode fazer índios deixarem parte das fazendas

26 janeiro 2004 - 19h04

Os índios guarani-caiuás sinalizaram com possibilidade de desocupar pacificamente parte das fazendas em Japorã, informou nesta tarde o presidente da Funai, Mércio Pereira Gomes. Ele foi informado da possibilidade em reunião nesta tarde com a Diretoria de Assuntos Fundiário do órgão e os dois antropólogos que fizeram estudos sobre a área em conflito.Na reunião, revelou Gomes, os antropólogos Rubens de Almeida e Fábio Mura relataram que os índios teriam disposição de sair da maioria das 14 fazendas e permanecer em 3 ou 4 áreas em vigília. Tal saída, segundo o presidente da Funai, seria mediada pelo juiz federal Odilon de Oliveira em conversa com fazendeiros. O juiz não pôde ser contactado porque participa de reunião neste momento na Governadoria, onde o tema é exatamente o conflito por terras envolvendo índios.Gomes manifestou convicção de que a solução para o conflito será pacífica. Os índios cobram a ampliação da aldeia Porto Lindo, de 1,6 mil hectares, onde moram 3,2 mil famílias. Eles querem que chegue a 9,6 mil hectares, área identificada em estudo preliminar.De acordo com o presidente, os índios iriam esperar de 6 a 9 meses para a conclusão da tramitação do estudo antropológico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PASSAPORTE FALSO
Ronaldinho Gaúcho ficará em prisão domiciliar, decide juiz paraguaio
APARECIDA DO TABOADO
Adolescentes matam professor aposentado com quinze facadas
MINISTÉRIO PÚBLICO
Promotor Alexandre Magno é o novo Procurador-Geral de Justiça de MS
JUDICIÁRIO
Cadeirante deve ser indenizado por má prestação de transporte público
FIGUERÃO
Menino desconfia de ‘amigo’, avisa o pai e impede estupro da irmã
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 114 mortes por coronavírus em 24 horas e chega a 667
DOURADOS
Suplente de Braz consegue derrubar afastamento no TJ
COTAÇÃO
Dólar recua, mas fecha acima de R$ 5,20
TRÁFICO DE DROGAS
Maconha e skunk que seriam entregues em São Paulo são apreendidos em MS
BATALHA JURÍDICA
Braz recorre ao STJ para suspender decisão que pode lhe custar o mandato na Câmara

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida