Menu
Busca sexta, 26 de abril de 2019
(67) 9860-3221
UNIGRAN

Acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo visitam Conjunto Histórico e Paisagístico de Corumbá

27 setembro 2017 - 15h45Por Da redação

Os acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unigran realizaram uma visita técnica no Conjunto Histórico, Arquitetônico e Paisagístico em Corumbá. A atividade teve como objetivo principal proporcionar aos estudantes, experiência e percepção dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas de Técnicas de Retrospectivas I e II.

De acordo com a professora Luzia Arnez, responsável pela organização da viagem de estudo, através do contato direto com os monumentos históricos, é possível fazer a abordagem do surgimento e valorização da conservação do patrimônio sul-mato-grossense. “As edificações são testemunhas que demonstram a importância da cultura marcada nos espaços, na expressão de monumentalidade criada pelo homem”, salienta.

A cidade de Corumbá tem um acervo arquitetônico construído ao longo dos anos, representando testemunho histórico, cultural e artístico e que registra a cultura do sul-mato-grossense através da arte. Os alunos tiveram uma palestra técnica no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), com a chefe do escritório técnico da cidade, a antropóloga Edvania Freitas de Jesus, que conduziu os acadêmicos em um circuito histórico do patrimônio tombado.

Os estudantes visitaram a sede do Iphan, a casa Dr. Gabi, o Forte Junqueira – 17º BFron (Batalhão de Fronteira – Exército Brasileiro), Casa Vasquez & Filhos (sede do Instituto do Homem Pantaneiro), além de um passeio pelo Rio Paraguai.

Aluno do 8º semestre de Arquitetura, Munir Ibrahim foi um dos participantes dessa viagem e, para ele, contribuiu bastante para a formação acadêmica. “A proposta dessa aula cultural foi muito importante para mim e pude compreender a importância do patrimônio histórico como registro de uma cultura/período o que é retratado pela história e materializado pela arquitetura e urbanismo do local”, afirma.

Ainda segundo Ibrahim, o contato com soluções arquitetônicas de mais de um século, quando ainda nem havia tecnologia, em que os arquitetos buscavam através de tipologias construtivas e ecléticas foi extremamente válido. “As tipologias eram bem diferentes entre si, com pés-direitos duplos, roda-forros vazados, portas e janelas de grandes dimensões e com ventilação cruzada, tudo isso acompanhado das paisagens do Pantanal, são lições históricas da arquitetura que eu vou levar para minha vida profissional”, ressalta.

A viagem de estudo possibilitou a formação de um repertório histórico e cultural dos acadêmicos, e os colocou em contato com profissionais das áreas de preservação e restauro do patrimônio histórico e artístico que estão atuando na região de Corumbá, propiciando assim, o conhecimento das soluções específicas a cada projeto visitado.

Para Jonathan Gonçalves Cardoso, também aluno do 8º semestre, foi muito proveitoso conhecer, de perto, toda a história de Corumbá. A viagem, segundo ele, proporcionou aprofundamento no conhecimento adquirido durante aula, no semestre anterior. “Nós aprendemos sobre os livros de restauro e todo o trabalho que o Iphan desenvolve dentro da preservação histórica e, nesta visita, vimos isso na prática”, diz.

Além disso, Cardoso destaca que a história da cidade mostrada diante dos vários processos de crescimento urbano em que passou, os impactos que o porto teve no desenvolvimento de Corumbá, sendo um dos mais importantes da América Latina, é de extrema importância para a formação profissional do grupo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Dada Favato, filha de Romário ostenta corpão em passaio na cachoeira
BR DISTRIBUIDORA
PGR pede condenação de Fernando Collor a 22 anos e 8 meses de prisão
CAPITAL
Com tuberculose, adolescente de 14 ans aguarda uma vaga em hospital
NOVA ANDRADINA
Bombeiro ajuda salvar vida de recém-nascido que se engasgou
DOURADOS
Capacitação de agentes de saúde vai alterar atendimento nas Unidades
RIO BRILHANTE
suspeito de matar dono de oficina com pistola .40 é preso
LEÃO
Um terço ainda não declarou IR a cinco dias do fim do prazo
BATAGUASSU
Polícia apreende 413 quilos de maconha em pátio de posto desativado
LIBERDADE
Carlos Ghosn paga R$ 17,8 milhões de fiança e é solto no Japão
CAMPO GRANDE
Homem suspeito de estuprar sobrinhas durante 3 anos é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido no Jardim Pantanal
CAMPO GRANDE
Empresa demite funcionário por debochar de currículos em redes sociais
DOURADOS
Mulher é presa dentro de ônibus com 19 pacotes de skunk
DOURADOS
Auditoria da CGU revela irregularidades e superfaturamentos em contratos da Funsaud