Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
COM TORNOZELEIRA

Acadêmico que matou advogada no trânsito é liberado após pagar fiança R$ 50 mil

Acadêmico que matou advogada no trânsito é liberado após pagar fiançaR$ 50 mil

06 novembro 2017 - 15h05Por Da Redação

João Pedro da Silva Miranda Jorge, 23, foi liberado após pagar R$ 50,5 mil  de  fiança  e  recebeu tornozeleira eletrônica para ser monitorado à distância. Conforme o Campo Grande News,  o jovem chegou por volta das 13h10 ao Patronato Penitenciário unidade de Agepen (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) onde são instalados os equipamentos de monitoramento e deixou o local por volta das 13h40.


Ele teve a prisão decretada na sexta-feira (03), após se envolver em acidente de trânsito que culminou na morte da advogada Carolina Albuquerque Machado, 24. O filho dela de 3 anos e 8 meses ficou ferido.
O acadêmico estava preso desde a tarde do sábado (4), quando se apresentou e foi transferido na manhã desta segunda-feira para o Centro de Triagem Anízio Lima.


Ele chegou por volta das 9h à unidade do Complexo Penal, no Jardim Noroeste – bairro do leste da Capital –, mas minutos depois, um oficial de justiça foi até o local para informar que o rapaz tinha de ser liberado.
O alvará de soltura foi expedido nesta segunda-feira (6) depois que a família de João Pedro pagou fiança de R$ 50,5 mil.


No Patronato Penitenciário, as algemas do jovem só foram retiradas depois que ele estava com a tornozeleira.


Na unidade da Agepen, apenas o advogado de João Pedro, Benedicto Arthur de Figueiredo Neto, se pronunciou. Ele voltou a alegar que o cliente estava na preferencial e com o semáforo aberto para ele na Avenida Afonso Pena, quando colidiu contra o carro da advogada.


“Vou me abster neste momento de falar sobre dinâmica circunstância, porque o inquérito tramita em segredo de Justiça”, completou.


Além de usar tornozeleira João Pedro terá que cumprir medidas cautelares como comparecimento mensal à justiça para informar suas atividades, não sair da cidade e nem de casa no período noturno e nos dias de folga. Ele também teve a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Dourados tem 6 mil pacientes na fila de espera por exame de raio-X
JUSTIÇA
Estúdio fotográfico é condenado por não fazer fotos de aniversário
BRASIL
Número de pacientes com hepatite cresce 20% em 10 anos no Brasil
CORUMBÁ/LADÁRIO
Justiça manda Estado manter escolas de ensino médio
UEMS
Roda de conversa discute violência na vida das Mulheres Negras
ATLETISMO
‘9ª Corrida Saúde Cassems-Noturna’ abre inscrições nesta segunda-feira
SHOWBIZZ
Sertanejos morrem em acidente de carro em rodovia de São Paulo
DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
RECURSOS
Investimentos em saúde serão anunciados hoje na Capital
CHAPADÃO DO SUL
Incêndio devasta área verde em cidade de MS

Mais Lidas

AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
MUNDO NOVO
Homem morre no Hospital da Vida após cair de telhado