Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221
COM TORNOZELEIRA

Acadêmico que matou advogada no trânsito é liberado após pagar fiança R$ 50 mil

Acadêmico que matou advogada no trânsito é liberado após pagar fiançaR$ 50 mil

06 novembro 2017 - 15h05Por Da Redação

João Pedro da Silva Miranda Jorge, 23, foi liberado após pagar R$ 50,5 mil  de  fiança  e  recebeu tornozeleira eletrônica para ser monitorado à distância. Conforme o Campo Grande News,  o jovem chegou por volta das 13h10 ao Patronato Penitenciário unidade de Agepen (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) onde são instalados os equipamentos de monitoramento e deixou o local por volta das 13h40.


Ele teve a prisão decretada na sexta-feira (03), após se envolver em acidente de trânsito que culminou na morte da advogada Carolina Albuquerque Machado, 24. O filho dela de 3 anos e 8 meses ficou ferido.
O acadêmico estava preso desde a tarde do sábado (4), quando se apresentou e foi transferido na manhã desta segunda-feira para o Centro de Triagem Anízio Lima.


Ele chegou por volta das 9h à unidade do Complexo Penal, no Jardim Noroeste – bairro do leste da Capital –, mas minutos depois, um oficial de justiça foi até o local para informar que o rapaz tinha de ser liberado.
O alvará de soltura foi expedido nesta segunda-feira (6) depois que a família de João Pedro pagou fiança de R$ 50,5 mil.


No Patronato Penitenciário, as algemas do jovem só foram retiradas depois que ele estava com a tornozeleira.


Na unidade da Agepen, apenas o advogado de João Pedro, Benedicto Arthur de Figueiredo Neto, se pronunciou. Ele voltou a alegar que o cliente estava na preferencial e com o semáforo aberto para ele na Avenida Afonso Pena, quando colidiu contra o carro da advogada.


“Vou me abster neste momento de falar sobre dinâmica circunstância, porque o inquérito tramita em segredo de Justiça”, completou.


Além de usar tornozeleira João Pedro terá que cumprir medidas cautelares como comparecimento mensal à justiça para informar suas atividades, não sair da cidade e nem de casa no período noturno e nos dias de folga. Ele também teve a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Pai e 2 filhos são presos ao manter depósito de combustível no quintal
CONCURSO
Governo abre seleção profissionais para gestão de recursos hídricos
SAÚDE
STJ autoriza João de Deus a deixar prisão para tratamento médico
JUSTIÇA
Empresa de energia é condenada a melhorar os serviços prestados
BOLÍVIA
Brasileira que denunciou policiais por estupro consegue liberdade
JUSTIÇA
Coronel Sapucaia abre inscrições para seleção de juízes leigos
IVINHEMA
Mulher é presa acusada de matar o marido com a ajuda do irmão
EDUCAÇÃO
MPF questiona Inep sobre comissão para fiscalizar Enem
CAMAPUÃ
Idoso morre após carro bater em árvore e pegar fogo em estrada
APARECIDA DO TABOADO
Raio atinge fazenda e mata 21 cabeças de gado na região do Bolsão

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo