Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 9860-3221
EXPOAGRO DOURADOS

Para vencer a escassez de trabalho em Aquidauana, Andressa e Vanderlei encaram rotina itinerante em feiras

15 maio 2019 - 15h50Por Vinicios Araújo

O mercado de trabalho não está fácil para ninguém e todo mundo sabe. No Brasil são mais 13 milhões de desempregados, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e para superar a escassez de oportunidades na cidade de Aquidauana, a Andressa Prado, 31, e o Vanderlei da Silva, 36, encontraram na rotina itinerante uma saída para a desocupação. 

Eles trabalham para uma pastelaria que participa de feiras pelo Estado. Os dois contaram ao Dourados News que iniciaram o trabalho há poucos meses e que a experiência tem sido agradável. O maior desafio mesmo é a falta de estrutura adequada para acomodação nos locais dos eventos.

Para a Andressa, que antes trabalhava como pizzaiola, viajar tem sido bastante prazeroso. Ela define como uma aventura e ressalta: “é muito bacana para quem gosta”. Ela está nesse mercado há dois meses e já participou de três eventos: um em Sidrolândia, outro em Maracaju e agora na 55ª edição da Expoagro. 

Ela relembra que desde pequena via os pais, os tios e outros familiares pegarem estrada levando para feiras do Brasil parques de diversão. E por falar em família, para vencer a saudade de casa o jeito é contar com a tecnologia. 

“A gente consegue amenizar com o WhatsApp né. Dá pra fazer uma videochamada, ver todo mundo, saber como todo mundo. Eu mesmo tenho cinco filhas e sinto muita falta delas, mas infelizmente na minha cidade não tem emprego, lá está difícil”, disse.

Para o Vanderlei, a experiência itinerante tem sido inovadora. Calouro em matemática pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) no campus de Aquidauana, o trabalhador diz estar curtindo as diferentes culturas do Estado. 

“É um mesmo estado, mas os costumes são diferentes, a forma das pessoas se comunicarem, a cultura é diferente”, disse. 

Sobre o povo douradense, a dupla disse ter encontrado pessoas bastante educadas. “Pessoal aqui é bem gente boa”, concluiu Andressa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A DONA DO PEDAÇO
Maria da Paz decide vender bolos na rua para sobreviver
MATO GROSSO DO SUL
Congresso Internacional debate pautas para próxima eleição
SENADO
Comissão analisa prioridade de matrícula para vítimas de violência doméstica
RURAL
Prorrogado prazo para cadastramento de áreas para plantio de milho em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural
DOURADOS
Prevendo avanços, políticos conhecem Sisfron em Dourados
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar R$ 3 milhões em sorteio amanhã
MAIS ALTA DO PAÍS
UFMS cobra R$ 7 mil para revalidar diploma estrangeiro e MPF quer diminuição do valor
LARANJA
Suspeita de fraudar contas, candidata foi 100% financiada por recursos públicos
BRASIL
Mantega virá réu na Justiça Federal por fraudes de R$ 8 bi no BNDES

Mais Lidas

DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
DOURADOS
Ciclista atropelado na Marcelino morre após meses de tratamento
DOURADOS
Preso é encontrado morto na PED em mesmo raio onde ocorreu pente-fino
Rapaz estava enforcado em uma das celas da unidade penal