Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(67) 99659-5905
EXPOAGRO DOURADOS

Para vencer a escassez de trabalho em Aquidauana, Andressa e Vanderlei encaram rotina itinerante em feiras

15 maio 2019 - 15h50Por Vinicios Araújo

O mercado de trabalho não está fácil para ninguém e todo mundo sabe. No Brasil são mais 13 milhões de desempregados, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e para superar a escassez de oportunidades na cidade de Aquidauana, a Andressa Prado, 31, e o Vanderlei da Silva, 36, encontraram na rotina itinerante uma saída para a desocupação. 

Eles trabalham para uma pastelaria que participa de feiras pelo Estado. Os dois contaram ao Dourados News que iniciaram o trabalho há poucos meses e que a experiência tem sido agradável. O maior desafio mesmo é a falta de estrutura adequada para acomodação nos locais dos eventos.

Para a Andressa, que antes trabalhava como pizzaiola, viajar tem sido bastante prazeroso. Ela define como uma aventura e ressalta: “é muito bacana para quem gosta”. Ela está nesse mercado há dois meses e já participou de três eventos: um em Sidrolândia, outro em Maracaju e agora na 55ª edição da Expoagro. 

Ela relembra que desde pequena via os pais, os tios e outros familiares pegarem estrada levando para feiras do Brasil parques de diversão. E por falar em família, para vencer a saudade de casa o jeito é contar com a tecnologia. 

“A gente consegue amenizar com o WhatsApp né. Dá pra fazer uma videochamada, ver todo mundo, saber como todo mundo. Eu mesmo tenho cinco filhas e sinto muita falta delas, mas infelizmente na minha cidade não tem emprego, lá está difícil”, disse.

Para o Vanderlei, a experiência itinerante tem sido inovadora. Calouro em matemática pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) no campus de Aquidauana, o trabalhador diz estar curtindo as diferentes culturas do Estado. 

“É um mesmo estado, mas os costumes são diferentes, a forma das pessoas se comunicarem, a cultura é diferente”, disse. 

Sobre o povo douradense, a dupla disse ter encontrado pessoas bastante educadas. “Pessoal aqui é bem gente boa”, concluiu Andressa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Lei sancionada pelo Governo de MS define 12 de novembro como Dia do Pantanal
SAÚDE
OMS anuncia retomada de testes com hidroxicloroquina para Covid-19
TRÁFICO DE DROGAS
Caminhão com placas de Dourados é apreendido com mais de 700 kg de maconha em SP
HOME OFFICE
Menos de 25% das ocupações no Brasil têm potencial de teletrabalho
MATO GROSSO DO SUL
SES modifica apresentação de número de leitos e de taxa de ocupação
ESPORTES
Paralimpíadas Escolares 2020 são canceladas pelo Comitê Paralímpico
COVID-19
ANTT atualiza medidas sanitárias no transporte interestadual
DOURADOS
“Lei dos Consignados” é publicada em Diário Oficial
MATO GROSSO DO SUL
Polícia identifica criação de perfil falso em rede social por estelionatários
BRASIL
ANS suspende a venda de sete planos de saúde

Mais Lidas

6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PED
Policiais penais frustram tentativa de fuga na Penitenciária de Dourados