Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
FEIRA AGROPECUÁRIA

55ª Expoagro: tecnologia avança, mas falta conectividade no campo

Segundo pesquisadores da Embrapa, a chamada ‘revolução digital’ no campo só não aconteceu porque conexão de internet ainda não chegou às fazendas e lavouras

14 maio 2019 - 14h50Por Da Redação

O pesquisador da Embrapa Instrumentação, em São Carlos (SC), Lúcio André de Castro Jorge, disse na manhã desta terça-feira (14) durante palestra na 55ª Expoagro que a falta de conectividade é a principal barreira para a implantação de novas tecnologias no campo. Segundo ele, muitas tecnologias já estão disponíveis para o produtor, mas o avanço digital ainda não acontece por um problema básico: falta sinal de internet no campo. A palestra “Agricultura da era digital” integra a programação técnica da 55ª Expoagro, que segue até domingo (19) no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho. A feira é promovida pelo Sindicato Rural de Dourados.

Durante o evento, o pesquisador falou sobre a agricultura 4.0 e o futuro da atividade com o uso de drones e inteligência artificial. Segundo ele, a agricultura passa por um processo de migração para a era digital, mas ainda faltam investimentos das empresas de telefonia para a implantação de conectividade nas propriedades rurais 

O palestrante afirmou que muitas tecnologias já estão disponíveis, como o uso de sensores inteligentes e também as análises de dados a partir da agricultura digital. “Porém, apesar das ferramentas que já existem, o que falta hoje é a conectividade para avançar no uso estes dados de forma a melhorar a produtividade e a eficiência na produção rural como um todo”, disse ele. “Quando isto acontecer, aí sim teremos uma verdadeira revolução digital no campo”, acrescentou.

Segundo ele, o uso de tecnologias no agronegócio já tem provocado mudanças significativas na atividade, como o uso racional e direcionado de insumos e ferramentas que garantem melhor precisão na tomada de decisões. “O campo hoje já trabalha com excelentes níveis de produtividade, mas sabemos que a tendência é evoluir cada vez mais. Esta evolução já está acontecendo e quem ganha é a cadeia produtiva como um todo”, disse o pesquisador.

Promovida pela Embrapa Agropecuária Oeste em parceria com Sindicato Rural de Dourados e SGSUnigeo, a palestra também apresentou relatos sobre o uso de tecnologias no campo e as tendências para a agricultura digital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Luisa Sonza dá puxadinha em biquíni cavado e 'lacra' na web
CAMPO GRANDE
Após ter filho agredido, mãe invade escola e bate em aluna de 12 anos
FUTEBOL
Filipe Luís resolve pendências e acerta com o Fla até o fim de 2021
ELDORADO
Bandido quebra tornozeleira e vai preso ao tentar assaltar família
CONCURSO
PGE publica gabarito definitivo da prova Objetiva para Assessor Jurídico
MARACAJU
Casal de goianos é preso em flagrante com 15 quilos de Skank na MS-164
AEROPORTO
Governador da Bahia diz que não irá a evento com Bolsonaro
CORUMBÁ
Homem armado é preso por importunar meninas e agredir mulher
ECONOMIA
Governo estuda liberar neste ano até R$ 500 por conta do FGTS
DESCAMINHO
Polícia apreende mais de 3.400 unidades de bebidas sem documentação

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163