Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221
ROTEIRO&VIAGENS

Taubaté em São Paulo, preserva literatura de Monteiro Lobato com o ‘Sítio do Picapau Amarelo’

16 outubro 2017 - 11h26Por Férias Brasil

No interior de São Paulo, dois moradores ilustres garantem a Taubaté, lugar de destaque no mapa turístico com os saudosos e talentosos Monteiro Lobato e Amácio Mazzaropi. Conhecer os lugares onde o escritor e o cineasta viveram é um programão.

A chácara do avô, onde Monteiro Lobato passou boa parte da infância, ganhou o nome da obra-prima do mestre, Sítio do Picapau Amarelo, visitado por crianças e adultos, num espaço de 20 mil metros quadrados de área verde, frequentado também pelos personagens da estória, como Dona Benta, Tia Anastácia, Emília, Visconde, Pedrinho, Narizinho. O sítio ganhou um Museu Histórico e Pedagógico com biblioteca e toda a literatura infantil do autor. 

Já no Museu Mazzaropi, as atrações ficam por conta dos objetos originais utilizados nas gravações, dos cenários e das muitas fotos do ator. Merece atenção o acervo cinematográfico com mais de 30 filmes, sendo a maioria protagonizada por personagens simplórios, como o caipira Jeca Tatu, que fez enorme sucesso nas décadas de 50 a 70.
 
Para celebrar as contribuições culturais dos dois grandes nomes, Taubaté promove a Semana Mazzaropi & Monteiro Lobato na segunda quinzena do mês de abril. A intensa programação inclui exposições fotográficas e de objetos, apresentações de filmes e de peças teatrais, exposições de objetos e utensílios, além de saraus e serestas. 

O evento movimenta ainda o Sítio do Pica-Pau Amarelo, o Teatro Metrópole e os parques Monteiro Lobato e Vale do Itaim.

Na Divisão de Museus, um centro cultural formado por quatro pequenos museus divide um casarão típico dos barões de café, destacando a coleção formada por fotos, objetos, documentos e mapas de época. 

Na hora de almoçar, todos os caminhos levam ao distrito de Quiririm, onde uma comunidade italiana mantém os costumes dos imigrantes que chegaram no século 19. Visite o Mercato della Colônia, um galpão com cantinas e estandes de vinhos, massas, queijos e embutidos. Nas ruas ao redor também é grande a oferta de restaurantes. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários
FRONTEIRA
Homem é preso com veículo adulterado e direção perigosa na MS-386
ADOLESCENTES
Governo vai lançar campanha de incentivo à adoção tardia
DOURADOS
Comemoração ao mês do Trabalhador terá ações na UEMS Dourados
PATRIMÔNIO LITERÁRIO
Chico Buarque ganha o Prêmio Camões 2019 pelo conjunto da obra
INOCÊNCIA
Polícia prende dupla por corrupção de menor e tráfico de drogas
JULGAMENTO
STF adia decisão sobre denúncia contra parlamentares do PP

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação