Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Ovinocultura traz perspectivas ao mercado

21 maio 2011 - 07h03

A cadeia da Ovinocultura teve espaço garantido nos eventos técnico-marcadológico na 47ª Expoagro. Nesta sexta-feira (20), aconteceu o IV Simpósio de Ovinocultura: Exigências de Mercado, comercialização e custos. Centenas de pessoas, entre produtores e universitários, estiveram presentes no auditório do Parque de Exposições João Humberto de Carvalho no evento realizado pela ASCOGRAN, UFGD/FCA, Embrapa e Sindicato Rural de Dourados.

Foram discutidos temas que visam a padronização e melhora na qualidade da carne de ovinos e a atual situação do mercado para o ramo, além de um debate entre os presentes que possibilitou uma troca de experiência e esclareceu dúvidas sobre essa cadeia de produção que, até pouco tempo, não era muito visada mas agora está em constante crescimento.

O consultor, mestre em agronegócios, André Sorio falou sobre a ‘Comercialização da carne ovina’ e destacou o crescimento na demanda. “Só não se vende mais, porque não se produz, mas, a procura no mercado é cada vez maior”, disse Sorio que também ressaltou a tecnologia que está presente com a produção de ovinos.

De acordo com o consultor, eventos como esse simpósio fazem com que os produtores queiram investir cada vez mais, e esse investimento também envolve a tecnologia, seja em pesquisas, aprimoramento genético ou equipamentos para a criação de ovinos. Um exemplo é a Central Sanga Puitã BioGlobal - Central de reprodução de ovinos e bovinos – Sêmen, embrião, tecnologia e serviços que trabalha com cruzamento de raças.

Sobre o investimento no ramo, Sorio conta ser um negócio lucrativo. “Há o diferencial no mercado, o preço é favorável e a demanda crescente”, afirmou ele, dizendo também que a questão da resistência existente sobre a comercialização da carne deve-se à produção que ainda não atende a demanda.

A universitária Daiane Silva, do curso de Zootecnia da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), diz ter mudado sua visão sobre o ramo e acha importante ter a oportunidade de participar de eventos como esse. “É um bom campo pra trabalhar e investir. Para gente que está se preparando para entrar no mercado é um grande aprendizado”, contou.

(Colaborou Jhonatan Xavier do curso de Jornalismo da Unigran)

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Délia revoga nomeação de coordenadora da intervenção na Funsaud
DOURADOS
VÍDEO: Guarda agride rapaz em abordagem na UPA e corregedoria abre inquérito para apuração
VALE QUANTO?
Peritos imobiliários avaliam Douradão para venda ou aluguel a pedido da prefeitura
REUNIÃO
Procon cobra maior agilidade de atendimento em agências bancárias
PONTA PORÃ
Condenado por homicídio é preso na fronteira
OPERAÇÃO COLLIMATUS
Ação contra facção criminosa cumpriu 28 mandados de prisão em MS
BRASIL
Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões
SAÚDE E ESTÉTICA
Você sabe o que é melasma?
MS
TJ mantém condenação por falsidade ideológica em certidão de óbito
FOGO
Número de queimadas aumenta quase 100% em Dourados em relação a 2018

Mais Lidas

TRÂNSITO
Empresa desliga mais de 30 lombadas eletrônicas em Dourados após rescisão contratual
DOURADOS
Veículo é consumido pelas chamas no Água Boa; veja vídeo
CRIME ORGANIZADO
Operação contra o PCC cumpre 30 mandados de prisão em cidades de MS
DOURADOS
Coordenador diz que Samu tentou reanimar acidentado por uma hora em HV sem médico