Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

O que não fazer quando visitar um recém-nascido

03 junho 2019 - 15h34Por Blog Tricae

As mamães e papais estão se adaptando à nova fase de suas vidas: a chegada do bebê, por isso alguns cuidados são importantes na hora de visitar o recém-nascido. Nós listamos dez situações comuns que podem causar desconforto aos novos pais e damos sugestões do que você pode fazer para evitar constrangimentos.

O nascimento de um bebê costuma trazer muita felicidade para a família e amigos do casal. Durante os nove meses todos acompanharam a gravidez e o crescimento da barriga da mamãe, então é natural que estejam muito ansiosos para conhecer o novo membro da família. Todos querem visitar o pequeno, mas os visitantes podem acabar entrando em algumas situações que causam desconforto aos pais – e na maioria das vezes eles não sabem o que fazer quanto a isso.
 
Listamos dez situações comuns na hora de visitar um recém-nascido e dicas para evitar o constrangimento com os pais:
 
1.
Aparecer no hospital ou na casa sem avisar e ficar muito tempo. Muitas pessoas não gostam de visitas inesperadas, especialmente depois do nascimento do bebê. Seja no hospital ou em casa, portanto pergunte com antecedência se pode visitar o recém-nascido e deixe que os pais escolham o dia e o horário. No momento da visita evite se alongar nos assuntos e faça visitas rápidas, por voltar de 15 a 20 minutos. Afinal a mãe ainda está se adaptando a essa nova fase (independente se já teve um filho antes) e precisa descansar.
 
2. Não lavar as mãos. Essa é a primeira coisa que se deve fazer quando chegar no local que está o recém-nascido. Lave bem as mãos com água e sabão ou utilize álcool gel, mesmo que não queira pegar o bebê no colo. Isso evita a proliferação de bactérias que o bebê não está preparado para combater.
 
3. Visitar quando está doente, mesmo que seja apenas um resfriado. Por mais fraca que seja a doença, evite visitar o recém-nascido, pois o sistema imunológico do pequeno ainda não é tão forte quanto de uma pessoa adulta. E caso o bebê contraia doença ela pode evoluir para quadros graves. Sendo assim, prefira esperar para conhecer o pequeno quando você não estiver doente.
 
4. Fumar. Mesmo que não fume perto do bebê, as toxinas que ficam nas roupas, cabelo e mãos podem atingir o recém-nascido e fazer mal. Evite fumar antes de sair de casa e opte por roupas limpas, prevenindo que qualquer substância prejudicial entre em contato com o pequeno.
 
5. Usar perfume. Mesmo que seja em pouca quantidade, o perfume pode desencadear um episódio de alergia, por isso a sugestão é não colocar nada. Isso também vale para o desodorante, que deve ser usado com moderação e de preferência sem perfume.
 
6. Dar palpites que não foram pedidos. Ninguém gosta de receber pitacos na vida, muito menos as mamães que acabaram de ter bebê. Deixe que elas aprendam sozinhas como lidar com o pequenino e só dê conselhos se a mamãe pedir. Frases como “Não é melhor fazer desse jeito?” e “O fulano chorava sem parar, mas eu não pegava ele do berço”, devem ser deixadas do lado de fora.
 
7. Pedir para pegar o bebê. Por mais que você esteja morrendo de vontade de pegar o recém-nascido, espere que os pais ofereçam. Não fique chateada se eles não te oferecerem, nem fique questionando o motivo de eles não deixarem você segurar o novo membro da família. Algumas mamães podem ficar inseguras em deixar que os outros peguem o pequeno.
 
8. Pedir para acordar o bebê. O sono é uma parte muito importante para o desenvolvimento do recém-nascido e você não sabe quanto tempo pode ter demorado para que os pais conseguissem fazer o pequeno dormir. Qualquer pausa que os pais conseguem é bom para descansarem da nova rotina.
 
9.
Ficar olhando durante a amamentação. É extremamente desagradável ter alguém encarando quando a mulher está dando leite materno para o filho, isso pode fazer com que ela sinta-se desconfortável. Mesmo que você seja mulher, respeite a privacidade dela. Ah, e também não peça para a mamãe se cobrir. Amamentar é um ato natural e não precisa ser escondido.
 
10. Beijar o bebê. Pode parecer algo incomum, mas para esse item vale o mesmo motivo do número 3. O sistema imunológico do recém-nascido ainda é muito fraco e a saliva, principalmente dos adultos, carrega muitos germes que podem causar doenças no pequeno. Por isso, evite ficar beijando o bebê, mesmo que ele tenha aquele cheirinho irresistível característico.

Dica: antes de tirar foto do pequenino, pergunte se pode e também se é permitido colocar no Facebook ou Instagram. Estamos em uma época que muitas pessoas gostam de compartilhar sua vida nas redes sociais, mas pode ser que os pais não queiram expor seu filho agora.
 
É importante lembrar que os novos pais estão se adaptando à chegada do recém-nascido e o centro das atenções agora é ele, por isso não fique chateada se eles não oferecerem uma xícara de café, por exemplo. O legal é você se oferecer para fazer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIA 24
Luiza Brunet será empossada embaixadora do Mãos EmPENHAdas
RURAL
Plano Safra terá R$ 225,59 bilhões em créditos para agricultores
CAMPO GRANDE
Mulher vai ao salão de beleza e quando sai encontra veículo incendiado
POLÍTICA
Senado aprova parecer que pede suspensão dos decretos das armas
CAPITAL
Bebê pode ser a 2ª vítima de gripe em menos de 24 horas em MS
FUTEBOL
Peru vence e assume a liderança do grupo do Brasil na Copa América
JUDICIÁRIO
Procuradores definem lista tríplice para sucessão de Dodge na PGR
AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos