Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
(67) 99659-5905
CRIANÇAS

O que é a cárie de mamadeira e como evitá-la

17 maio 2019 - 14h33Por Claudia

Elas começam pequeninas, de aparência inofensiva, chegando como quem não quer nada. Mas, quando menos se espera, tornam-se um problema grande e dolorido. Assim são as tão temidas cáries. Atrevidas, elas não atacam apenas os dentes permanentes, mas também os de leite. E é por isso que os pais precisam ter cuidado e atenção especial com as chamadas “cáries de mamadeira”.

O que são e o que causam as cáries de mamadeira?

Tal qual as cáries comuns, essa infecção se prolifera por meio do acúmulo de açúcares e falta de limpeza da região dental infantil. Como explica o dentista Denis Panhota, da JP Odonto, os riscos se dão em especial pela ingestão de líquidos doces via mamadeira.

“Principalmente a noite, depois da mamada, um resto de líquido fica parado na boca e ao dormir, a salivação diminui também. Esses dois fatores associados a má higienização da boca e gengiva podem causar estragos futuros na dentição da criança”, diz ele.

Emanuella Pinheiro, doutoranda em odontopediatria pela Universidade de São Paulo, explica que “a saliva possui um papel importante na proteção dos dentes contra a cárie, ajudando na reposição de minerais. Portanto, a queda frequente do pH causado pela ingestão de alimentos, no caso, líquidos açucarados, provoca um desequilíbrio da desmineralização e remineralização, processo que resulta na lesão de cárie”.


Ela também ressalta que é importante ficar atento à frequência, quantidade e consistência dos alimentos açucarados. “São fatores que agravam essa exposição, já que alimentos mais pegajosos tendem a ficarem aderidos na superfície do dente por mais tempo”.

Como prevenir?


Caso não seja tratada, a cárie de mamadeira pode prejudicar também na dentição permanente. Por isso, é imprescindível tratá-la assim que identificada, do mesmo modo que a cárie comum.

Mas, como em tantas outras coisas na vida, o melhor remédio é a prevenção. Assim, confira as dicas de Pinheiro e Panhota para evitar esse tipo de cárie nas crianças pequenas:

• Não usar açúcares no leite, mingau e qualquer líquido que vá na mamadeira, principalmente a noite

•  Passar uma gaze umedecida em toda a boca e gengiva do bebê após ingestão do leite

•  Evite que o bebê/criança durma logo após ingerir o leite

•  Não alimentar o bebê dormindo

•  Não usar a mamadeira como substituto da chupeta

•  Não banhe a chupeta em mel ou açúcar

•  Evitar uso de mamadeira, principalmente depois dos 12 -18 meses de idade

•  Realizar escovação dentária duas vezes ao dia, utilizando uma escova macia de tamanho adequado à idade e feita por um responsável.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Estado terá ponto facultativo no dia dos namorados
COSTA RICA
Motorista dirige caminhão em "zigue e zague" em rodovia e acaba preso
BRASIL
Após confusões em SP, manifestações estão proíbidas em avenida
PANDEMIA
“Há projeções de que o pior está por vir”, diz secretário após apresentar números da Covid
PANDEMIA
Com quase metade recuperados, MS monitora mais de mil pacientes de Covid
PANDEMIA
Dourados bate novo recorde e se aproxima de 500 casos de coronavírus
CAMPO GRANDE
Pai é suspeito de estuprar própria filha de cinco anos
BRASIL
Covid-19 é encontrado em 88% das amostras em esgoto da capital de Minas Gerais
PESCA PREDATÓRIA
Ambiental apreende 1km de redes durante fiscalização em embarcações
TOQUE DE RECOLHER
Em Campo Grande, guardas acabam com festas de 160 pessoas e 5 vão presos

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
DOURADOS
Suspeito de apontar arma na cabeça de motoboy para roubar veículo é apreendido
DOURADOS
Empresário que vendeu gasolina sem imposto vê tributo mal usado no país
DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante