Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE

Não descuide da pele no inverno!

08 julho 2019 - 14h25Por Blog Saúde.gov

Chegamos no inverno! Época boa para tirar os casacos do armário e sair por aí. Mas nesse climinha frio também temos de cuidar com a pele! Nessa época do ano a umidade do ar fica mais baixa, o vento mais forte, o sol mais intenso e a temperatura mais fria. O resultado dessa soma não é nada saudável para a nossa pele.

Tanto o corpo quanto o rosto podem ficar ressecados e até os pés sentem com as rachaduras. E o perigo é que, como os ventos são mais frios no inverno, as pessoas não sentem tanto a presença dos raios solares. Mas eles continuam sendo fortes, prejudicando a pele e causando o aparecimento de doenças por causa do ressecamento, alerta o dermatologista Luiz Fernando do Hospital das Clinicas da Universidade Federal de Goiás, vinculado à Rede Ebserh.

Por isso, é preciso tomar alguns cuidados para evitar tais sintomas. “Tomar água constantemente para hidratar o corpo e passar hidratante para evitar o ressecamento da pele”, contou ele.

O especialista ainda chama atenção para duas doenças que tendem a piorar nessa época do ano. “A dermatite atópica e a psoríase são doenças que pioram nesta época do ano, por isso, é preciso manter a pele sempre hidratada e não esquecer do filtro solar diariamente, mesmo em dias nublados”, explicou.

Para curtir o inverno sem medo, seja qual for o tipo de pele (seca ou oleosa), confira algumas dicas do dermatologista:

• Nessa época a pele pede por uma hidratação profunda, por isso, não deixe de passar bastante hidratante no corpo e rosto.

• Evite banhos quentes! A alta temperatura da água deixa a pele mais ressecada, tirando a camada natural de gordura da pele. Logo após o banho não deixar de hidratar a pele.

• Não esquecer do protetor solar.

• Usar protetor para os lábios. Uma dica é ter sempre um por perto

Doenças comuns no inverno

Dermatite atópica - doença genética, crônica e que apresenta pele seca, erupções que coçam e crostas. Seu surgimento é mais comum nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. Não é uma doença contagiosa. Podem-se tocar as lesões à vontade que não há nenhum risco de transmissão. A dermatite atópica pode também vir acompanhada de asma ou rinite alérgica, porém, com manifestação clínica variável. A característica principal da doença é uma pele muito seca que leva a ferimentos, além de outros sintomas, como, por exemplo: áreas esfoladas causadas por coceira, alterações na cor, vermelhidão ou inflamação da pele ao redor das bolhas.

Psoríase - a doença se manifesta por lesões cutâneas, geralmente como placas avermelhadas, espessas, bem delimitadas, com descamação. Pode surgir em qualquer local do corpo, principalmente no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Existem várias formas de manifestação da doença, sendo a mais frequente a psoríase em placa, que ocorre em 80% a 90% dos pacientes.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante
PANDEMIA
Em dia que confirma nova morte, MS se aproxima de 2 mil casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê realinha números com Estado e confirma 446 casos de Covid-19 em Dourados
MATO GROSSO DO SUL
Subsecretaria das Mulheres alerta sobre importância de denunciar crimes de violência sexual
DOURADOS
Toque de recolher segue estendido até taxa de isolamento melhorar
CASSEMS
Usina fotovoltaica vai abastecer rede hospitalar em julho
CONTRABANDO
Abordagens terminam com quase meio milhão de maços de cigarros apreendidos
EDUCAÇÃO
Prazo de coleta de dados do Censo da Educação Superior termina hoje
CRIME BÁRBARO
Homem que matou vítima violentamente é preso em Novo Horizonte do Sul
INFRAESTRUTURA
Licitação para duplicar trecho urbano da MS-156 em Dourados é agendada para julho

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
DOURADOS
Conselho aponta riscos de contaminação em massa por coronavírus no HV