Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

Experts dão dicas preciosas para não engordar com o frio do inverno

29 maio 2015 - 12h45

Vogue

Junto com o frio, o inverno traz não só os casacos quentinhos saídos do fundo do armário como também aquela fome descomunal que brota dentro até do mais comportado dos mortais. "No inverno o organismo queima mais calorias para manter a temperatura corporal, disparando gatilho de fome para compensar esse maior gasto calórico", explica o endocrinologista Pedro Assed.

Para evitar o ganho de peso na estação, pedimos ao expert e a nutricionista funcional Andrea Santa Rosa Garcia que elaborassem uma lista com dicas para escapar das ciladas típicas das baixas temperaturas e sobreviver com o manequim intacto até a primavera chegar.

Driblando a vontade de doces

"Por conta do gasto calórico para manter homeostase corporal, o cérebro tenta recuperar essas calorias com as formas de alimento que possuem mais açúcares e gorduras, que são os combustíveis primários de que ele e todo o organismo trabalham e necessitam", diz Assed. "Beba mais água, pois, às vezes, confundimos sede com fome. Faça exercício físico para aumentar a massa magra (e com isso a termogênese), e consuma alimentos ricos em fibras, como nozes, folhas e verduras, castanhas do Pará, amêndoas, uva passa e canela. Farinhas de aveia e de maracujá também ajudam a tornar a absorção de carboidratos mais lenta no organismo, colaborando consequentemente também na diminuição do apetite pelo doce".

Fugindo das gorduras

"É importante ter disciplina de horários para comer, evitar beliscar, tirar da dispensa e da geladeira tudo que possa atrapalhar a dieta. Opte por alimentos com fibras e integrais, que saciam com mais eficácia. As versões light e zero gordura de diversos alimentos como sorvete, iogurte e leite desnatado também ajudam", indica o endócrino.

Saciedade à vista

"Invista em alimentos que contenham aminoácidos essenciais como triptofano, presente nos grãos (grão de bico, lentilha, ervilha) e na quinua.: ele está envolvido na síntese de serotonina, um neurotransmissor que ajuda na regulação da saciedade", justifica Andrea Santa Rosa Garcia. "Acrescente sementes na salada ou sopa. Elas são fontes de gordura que também ajudam na saciedade. Exemplos: semente de girassol, abóbora, amêndoas, macadâmia – todas devem ser tostadas por 8 minutos no forno para eliminar fatores antinutricionais".

Adoçante natural, por favor

"O uso de adoçantes estimula neuropeptídeos que diminuem a sensação de saciedade e estimulam a compulsão alimentar. Opte por açúcar demerara, o doce natural das frutas, agave ou mel", ensina a nutricionista.

Sobremesa light

"Sobremesas com frutas assadas ou levadas ao microondas são uma boa opção, como a banana recheada com canela e com sucralose em pó. levada ao microondas por 30-45 segundos. Geleia feita a partir de ameixa, feita em casa e da própria fruta refogada e depois colocada em banho-maria, serve como boa opção de baixa caloria para comer como sobremesa", ensina o médico. "Opte por sobremesas leves como frutas assadas com canela, anis, cravo ou chocolates com teor maior que 70% de cacau para garantir os seus benefícios", continua Andrea.

Esquentando...

"As sopas sempre devem ser elaboradas com caldo de legumes natural. Os temperos industrializados são ricos em substâncias químicas que aumentam o grau de inflamação das células, provocam a retenção de líquido e são pré-fatores de câncer. Tenha cuidado com a quantidade de sódio presente nos rótulos desses produtos industrializados e evite sopas prontas vendidas no mercado (o teor de sódio é muito elevado)", alerta a nutricionista funcional.

Hidrate-se

"Apesar de sentirmos menos sede no inverno, a ingestão regular de água é importante para garantir uma hidratação adequada das células, ajudando a eliminar toxinas e restos metabólicos que colaboram para aumentar o grau de inflamação do nosso corpo. A gordura pode ser considerada um tipo de toxina", conta Andrea. "Aposte nos chás diuréticos para ajudar a eliminar os exageros em que às vezes cometemos nessa época do ano. Alguns exemplos: chá de cavalinha, dente de limão, chá verde, carqueja e chá de hibiscos. Adicione limão, hortelã, canela e cravo para ajudar a melhorar o paladar".

Não pule o café da manhã

"Não acorde e vá direto almoçar, pulando o café da manhã. Mesmo que acorde tarde, sempre coma algo e somente depois de 30 minutos almoce", indica o endocrinologista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPINIÃO
O meio ambiente e as mazelas da sociedade contemporânea, por Douglas Martins
OPORTUNIDADE
Fundação do Trabalho tem aumento de 51% no número de pessoas encaminhadas para o mercado
MINAS GERAIS
Histíoria e religião: conheça um pouco da cidade de Ouro Preto
CRIME AMBIENTAL
Três são multados por desmatamento e maus-tratos na criação de animais
TRÊS LAGOAS
Sem CNH e bêbado, homem não consegue fazer teste do bafômetro
MODA
Esporte nas ruas: saiba como introduzir as roupas fitness no seu dia a dia
SHOWBIZZ
Saiba detalhes da separação envolvendo José Loreto e Débora Nascimento
COMER BEM
Bolinho de pamonha: receita prática de petisco
CAMPO GRANDE
Operação da PF cumpre dois mandados de prisão em MS
POLÍTICA
Exoneração de Bebianno é publicada no Diário Oficial da União

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura