Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

Depilação e calça justa podem causar doença pouco conhecida

13 maio 2019 - 15h29Por Claudia

Uma pesquisa da Universidade de Boston indica crescimento dos casos de vulvodínia. A condição de saúde é pouco conhecida e falada, mas pode afetar uma a cada seis mulheres. A dor nos nervos na região genital crônica não é fácil de tratar e pode ser piorada pelo uso de calças justas ou depilação (que deixa a pele mais exposta à fricção com calcinha e outros tecidos) na região.

Os cientistas acompanharam 434 mulheres entre 18 e 40 anos. Todas sofriam com dor na vulva. Chegou-se à conclusão que mulheres que removem todo os pelos com depilação tem 74% mais risco de desenvolver a doença. E aquelas que usavam calça apertada dobravam o risco. A exposição da região e a fricção constante aumentam o risco de infecções que podem levar à vulvodínia.

A condição é difícil de ser tratada pois o diagnóstico é complicado. A dor varia de ardência à contrações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Morador em Rondônia é preso na BR-463 com mais de 600kg de maconha
CAMPO GRANDE
Servidor público é alvo de golpe e criminosos fazem empréstimo de R$ 77 mil
FAMOSOS
Após troca de farpas, Anitta diz: "Não tenho tempo para assistir Sonia Abrão"
EDUCAÇÃO
Em MS 95 mil estudantes se inscreveram para o Enem
DOURADOS
Brigada realizará Páscoa dos Militares com celebrações religiosas
RESSOCIALIZAÇÃO
Blocos de cimento fabricados em presídio vão garantir calçamento a bairros de Aquidauana
PRESSÃO
Bolsonaro diz que sem reforma, faltará dinheiro para salários em 2024
EDUCAÇÃO
IFMS abrirá 80 vagas para cursos de graduação no 2º semestre
SEGUNDA LEVE!
Peito de frango recheado com frutas secas no molho de laranja
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação

Mais Lidas

DOURADOS
Mulheres são presas ao tentar levar droga para maridos na PED
RODOVIÁRIA
Mulher é presa em Dourados com maconha que seria entregue no RS
DOURADOS
Guarda flagra adolescentes bebendo vodka durante a madrugada no Centro
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira