Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

Consumo de sal x doenças, por Fernanda Viana de Carvalho

06 julho 2015 - 06h34

O sal (cloreto de sódio) é o componente essencial para dar sabor aos alimentos, e contribui para a regulação osmótica dos fluidos, atuando na condução de estímulos nervosos e na contração muscular. Mas, apesar de ter papel importante no organismo e contribuir para um bom funcionamento do corpo, o consumo abusivo do sal de cozinha pode trazer problemas à saúde. A recomendação de consumo máximo diário de sal pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de menos de cinco gramas por pessoa/dia. Já o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela, no entanto, que o consumo do brasileiro está em 12 gramas diários, valor que ultrapassa o dobro do recomendado.

O excesso de sódio está associado ao desenvolvimento da hipertensão arterial, de doenças cardiovasculares, renais e outras, que estão entre as primeiras causas de internações e óbitos no Brasil e no mundo. Uma pessoa com níveis elevados de sódio ou baixos de potássio pode desenvolver pressão alta, fator que aumenta o risco de doenças cardíacas e derrames.

Atualmente quase todos os produtos, possuem sal em sua composição, os alimentos processados e industrializados são os que contêm maior quantidade, não só pela adição de sódio, mas também pela adição de diversos conservantes necessários à modificação de suas propriedades.

A quantidade de sódio presente nos alimentos está descrita no rótulo, porém, muitas vezes essa informação não se dá de forma clara, o que dificulta a compreensão de que a quantidade informada de sódio corresponde a uma porção do produto, descrita em medida caseira.

Uma das maneiras mais práticas de diminuir o consumo de sódio é observar as informações nutricionais no verso das embalagens ao comprar alimentos industrializados. Se a quantidade for superior a 400mg em 100g do alimento, é considerado um alimento rico em sódio, sendo prejudicial à saúde. É recomendável sempre escolher aquele que apresentar menos sódio.

Recomenda-se também reduzir a quantidade de sal no preparo da comida, pode-se substituí-lo por outros condimentos, sendo melhor utilizar ervas aromáticas, alho, cebola, pimenta, limão, vinagre e azeite para temperar e valorizar o sabor natural dos alimentos. O uso de temperos industrializados também deve ser evitado, pois contém alto ter de sódio, dicas como retirar o saleiro da mesa, experimentar os alimentos antes de adicionar mais sal e priorizar os alimentos naturais funcionam quando a intenção é reduzir o sódio dos alimentos.

Engana-se quem pensa que os alimentos ficarão sem graça e sem sabor quando se reduz o sal. O paladar adapta-se facilmente e o que parecia sem sal ou sem sabor passa a ter novos sabores até então desconhecidos. Assim, o sabor do próprio alimento acaba sendo descoberto e valorizado.

A dica é: para prevenir futuras doenças, reduza o consumo de alimentos industrializados, diminua a adição do de sal de cozinha nos alimentos e aumente o consumo de alimentos naturais e frescos.

Especialização em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia, especializanda em Nutrição Esportiva - CRN3 27940. Escreve todas as segundas para o Dourados News. E-mail: contatonutrifernanda@gmail.com*


Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Idosa de 80 anos é agredida a pauladas por jovem que invadiu casa
ESPORTE
Funed conclui elaboração de calendário anual de atividades esportivas
APOSENTADORIA
Bolsonaro fará pronunciamento na TV para defender reforma da Previdência
PROJETO
UFGD seleciona shows musicais para o projeto Celebração 2019
CAMPO GRANDE
Júri é suspenso após advogada chorar e ameaçar suicídio
NOVA ANDRADINA
Adolescente que sufocou a filha de 28 dias fará tratamento psiquiátrico
RIO
Justiça nega indenização a Bolsonaro por declarações de Jean Wyllys
UEMS
Estão abertas as inscrições para Intercâmbio Sanduíche no Canadá
CAPITAL
Dupla em moto atira contra carro de autoescola; motorista é atingido
POLÍTICA
Câmara suspende decreto presidencial sobre sigilo de dados públicos

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura