13/09/2017 10h09 - Atualizado em 13/09/2017 10h09

Cinquenta minutos de exercício três vezes por semana podem frear câncer


Da redação
Atividade física favorece a diversidade do microbioma, fortalecendo o sistema imunológico
(Foto - Divulgação). Atividade física favorece a diversidade do microbioma, fortalecendo o sistema imunológico
(Foto - Divulgação).

A prática diária de exercício físico pode ajudar na prevenção do câncer, é o que afirma um estudo que foi publicado na revista JAMA. Foram coletados dados de mais 12 estudos anteriores e incluiu 1,44 milhões de indivíduos, sendo que um deles foi iniciado em 1982. É a maior análise realizada até hoje sobre o exercício e o câncer.

Os voluntários foram questionados sobre o quanto de atividade física estavam envolvidos durante o último ano. Metade se exercitaram em uma quantidade igual ou maior que 150 minutos por semana e a outra metade menos. A saúde deles foi monitorada durante 7 a 28 anos.

Os resultados indicaram que os indivíduos que mais se exercitaram apresentaram um percentual menor de diversos tipos de câncer como o esofágico, fígado, pulmão, cólon, mama entre outros. Foi relatada uma diminuição de risco de desenvolvimento de câncer de 7% para os indivíduos que praticavam atividade física regularmente. Não foi encontrada uma associação com alguns tumores como de ovário, pancreático e cérebro.

Benefícios

Os pesquisadores pontuam alguns aspectos que podem atuar nessa proteção:

Equilíbrio de hormônios que favorecem o desenvolvimento de alguns tipos de tumores como o estrógeno no câncer de mama, por exemplo;

Controle de fatores pró-inflamatórios que poderiam estimular um processo inflamatório crônico que favorece o desenvolvimento tumoral;

Regula a insulina, evitando assim sua resistência que está associada com diversas condições clínicas não benéficas.

Câncer e carne, será? Além disso, podemos ressaltar que a atividade física favorece a diversidade do microbioma, fortalecendo o sistema imunológico, fator essencial para otimizar os fatores de proteção contra o desenvolvimento de câncer.

Esse estudo é mais uma comprovação de que para se ter qualidade de vida e prevenir doenças a atividade física é fundamental e deve ser praticada com constância.

Envie seu Comentário