Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
VIAGEM

Bento Gonçalves

04 julho 2019 - 16h08Por Férias Brasil

Já faz mais de um século que os primeiros imigrantes italianos aportaram em Bento Gonçalves. E a cada ano que passa, as raízes ficam mais profundas e preservadas através da arquitetura, da música, da alegria dos descendentes, da mesa farta e, em especial, da arte de saborear bons vinhos. A bebida produzida na região vem sendo reconhecida como a melhor entre as fabricadas no Brasil e se destacando no exterior ao abocanhar alguns prêmios internacionais. 

 

Vindima: Para participar da festa da colheita, vá no verão
Foto: Almir Dupont - Setur Bento Gonçalves


 

Na capital nacional do vinho, conhecer as vinícolas que se espalham pela cidade e seus arredores é programa obrigatório. Em muitas casas, há visitas guiadas por enólogos que começam nos parreirais e terminam com degustações, passando por criptas e corredores tomados por tonéis de carvalho. 

A atividade, batizada como enoturismo, leva os visitantes ao Vale dos Vinhedos, uma área de 80 quilômetros quadrados recortada por estradinhas e emoldurada por colinas e muitos parreirais, onde fica a maioria das vinícolas. Por lá estão as instalações da Miolo, uma das mais movimentadas; e da tradicional Casa Valduga, que abriga uma charmosa pousada, além de um restaurante aberto ao público nos finais de semana. 

Depois de experimentar os tintos, os brancos e os espumantes, não deixe de conhecer o roteiro Caminhos de Pedra, uma vila salpicada de construções em madeira e pedra que abrigam casas de massas, de teares, de erva-mate e capelas. 

Aproveite para saborear os queijos e os salames produzidos na região, mas guarde espaço para se entregar à boa e farta mesa dos restaurantes de Bento Gonçalves, especializados em galeto. Para acompanhar a ave assada na brasa, as opções vão de salada à polenta, passando por sopas e massas. Não se preocupe com as calorias extras - elas podem ser queimadas durante as atividades radicais praticadas no Vale do Rio das Antas, como trekking e rafting. 

Ficou com saudades dos brindes? Siga a Rota Vinhos de Montanha (no município vizinho de Pinto Bandeira) e a Rota dos Espumantes (Garibaldi). Ou pegue a Maria-Fumaça que leva ao município de Carlso Barbosa. A divertida viagem surpreende já no embarque, com degustação de queijos e bebidas. Ao longo do trajeto de uma hora e meia, os vagões são animados por grupos folclóricos que capricham no repertório de músicas italianas. Chegando ao destino, as estrelas são os espumantes, servidos em larga escala.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INFORME PUBLICITÁRIO
Alvorada Materiais de Construção promove distribuição de mudas no Dia da Árvore em Dourados
TEMPO
Sexta-feira nublada compossibilidade de chuva em Dourados
SHOWBIZZ
Carol Portaluppi relembra mergulho em águas cristalinas
PONTA PORÃ
Polícia apreende 5,2 toneladas de maconha em depósito na fronteira
TRAFICANTE
Fernandinho Beira-Mar é transferido para presídio federal de Campo Grande
FUTEBOL
Bela Vista recebe sábado a segunda rodada da 3ª fase da Copa Assomasul
CAMPO GRANDE
Cadáver é encontrado em área de pasto às margens da BR-262
ANTECIPAÇÃO
Bolsonaro quer investigar aumento abusivo em postos de combustível
CRIME AMBIENTAL
Dupla é autuada em R$ 318 mil por desmatamento de vegetação nativa
EQUILIBRIO FISCAL
Ministério da Educação é contrário à proposta do novo Fundeb

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha “boca do Matrix” e prende acusado de vários furtos no Centro
POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
DOURADOS
Preso que fugiu da PED realizava serviço com outros 10 internos
DOURADOS
Polícia apreende mais de 200kg de cocaína sob carga de milho