Menu
Busca sexta, 20 de abril de 2018
(67) 9860-3221
PSICOLOGIA

Psicologia positiva melhora a qualidade de vida

07 novembro 2017 - 09h19Por Da redação

As primeiras teorias envolvendo a psicologia positiva são relativamente recentes, da década de 1990, mas seus defensores não param de aumentar, como pude constatar nos dois últimos eventos de gerontologia dos quais participei. 

Os profissionais da área vêm sendo conquistados por uma abordagem que, em vez de focar na patologia, usa como fio condutor a superação das adversidades. Como quem é mais velho certamente já preencheu (ou superou) sua cota de perrengues, vale aproveitar a chance. O psicólogo americano Martin Seligman foi quem levantou essa bandeira, que pode ser conferida numa palestra TED de 2004, na qual ele diz que o problema da psicologia era ter adotado o “modelo da doença”, deixando de lado a busca da felicidade: “no afã de reparar danos e ajudar as pessoas com problemas, nunca nos ocorreu pensar em intervenções para tornar os indivíduos mais felizes”. 

Aos 75 anos, ele continua à frente do Centro de Psicologia Positiva da University of Pennsylvania e usa como exemplo pessoas que conseguem nutrir um sentimento de bem-estar e otimismo mesmo encarando os reveses que fazem parte de qualquer trajetória. Não são mais bonitas, não têm mais dinheiro, não estão em melhor forma – qual seria o segredo? 

De acordo com o G1, elas se diferenciam pela riqueza de sua rede de conexões sociais, como uma vida familiar com vínculos fortes e um círculo de amizades duradouras. Vai além, garantindo que podemos medir a felicidade através do seu site authentichapiness. No entanto, o caminho para essa sensação de preenchimento não é buscar o prazer o tempo todo. Tais sensações são gratificantes, mas ninguém as retém por muito tempo. 

Entretanto, depois de um ato altruísta, ou seja, se você efetivamente ajudou alguém, esse sentimento vai continuar por um tempo bem mais longo. Resumo da ópera: o que faz diferença é uma vida com engajamento e propósito.
 
Seligman criou uma “cartilha”, que se chama Perma+. As letras da palavra correspondem a emoções positivas (positive emotions), engajamento (engagement), relacionamentos (relationships), significado (meaning) e realizações (accomplishment). O sinal + indica que precisamos também de atividade física, alimentação adequada, sono e otimismo. Achou que é demais? Então comece com outro ensinamento do mestre, que é tentar superar os três Ps que embaçam nossa visão: permanência, prevalência (ou contaminação) e personalização. Vamos por partes: permanência é a crença de que tudo continuará assim para sempre, mesmo que a lógica e as evidências indiquem o contrário. Prevalência é a tendência de generalizar e deixar que um fato negativo contamine tudo à nossa volta. Por último, personalização é acreditar que, no fundo, tudo é nossa culpa.
 
A psicóloga Barbara Fredrickson, professora da Universidade da Carolina do Norte e outra referência no assunto, sustenta que a psicologia positiva não é um manual para ser feliz o tempo todo, porque isso seria antinatural. Se um fato provoca impacto negativo, é acompanhado de uma gama de reações ruins – físicas, verbais e emocionais. 

Aquilo fica gravado em nossa mente e a tendência é desencadearmos sempre o mesmo padrão de resposta. Barbara afirma que não temos como alterar o que ocorreu, mas podemos trabalhar para atenuar o poder que determinados eventos têm sobre nós. Normalmente, são os momentos ruins que mais mobilizam nossa atenção, por isso acabamos subestimando os bons, que podem se transformar na nossa reserva de resiliência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Viviane Araújo renova o bronze em dia de biquíni em resort no Ceará
BR-463
Polícia confirma morte de idoso em ataque de pistoleiros
UFGD
Avaliação e qualidade do ensino será tema de colóquio em Dourados
HABEAS CORPUS
Ministro do STJ envia para o Supremo de recurso do ex-presidente Lula
MEIO AMBIENTE
Fazendeiro é multado em R$ 5 mil por degradação de matas ciliares
DICIONÁRIO
Estudantes criam aplicativo que faz tradução entre o guarani e português
DOURADOS
Homem é baleado após troca de tiros na BR-463
SÃO PAULO
Tiroteio durante assalto dentro de ônibus deixa 3 mortos e 4 feridos
TRANSPARÊNCIA
Anatel abre consulta para regulamentar serviços de telemarketing
EDUCAÇÃO
UEMS e UFGD realizam III Seminário de Formação Docente em maio

Mais Lidas

DOURADOS
Filho de apresentadora é preso na rodoviária com dinheiro falso
DIREITOS HUMANOS
Esposas de presos denunciam agressões e Comissão vai até a PED
FORAGIDO
Polícia identifica comparsa do roubo em Ceim de Dourados
BR-463
Baleado é trazido ao HV e suspeita é de assalto em propriedade rural