Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 9860-3221

Projeto Fazendinha traz crianças à 47ª Expoagro

18 maio 2011 - 12h32

O Parque de Exposições João Humberto de Carvalho recebeu hoje (18) pela manhã a visita de crianças e professores das escolas Antônia Candido de Melo do Parque das Nações II, em Dourados e Escola Municipal Indígena Joãozinho Carapé Fernandes, de Douradina. A atividade, que é uma iniciativa do Sindicato Rural e Projeto Fazendinha, além de proporcionar às crianças um contato com esse ‘universo’ da Expoagro, também ofereceu atendimento dentário.

Logo que chegaram ao parque de exposições as crianças se encantaram com todo o maquinário que está em exposição e principalmente com os animais. Para o professor Nelson Pinto Costa, da escola Antônia Candido de Melo, essa atividade é muito importante paras seus alunos, pois além de envolver as matérias que eles estudam em classe, como Geografia e Ciência, possibilita também um desenvolvimento intelectual e contato com coisas que não fazem parte do seu dia-a-dia. “Como nossa escola é de periferia, muitas dessas crianças nunca tiveram contato com toda essa tecnologia das máquinas e nem com os animais, isso vai ajudar muito a eles”, disse.

Os alunos de ambas as escolas tiveram que produzir um texto sobre a visita ao parque, a diretora da escola Indígena Joãozinho Carupé Fernandes, Mirta Eliceche Lima, conta que isso auxilia para que as crianças se expressem melhor, já que muitas têm dificuldade, mas também faz com que elas desenvolvam novas perspectivas. “Ver tudo isso vai fazer com que eles percebam que podem trabalhar nas terras que possuem, plantar ou criar gado, por exemplo”, afirma.

As crianças também participaram do projeto PingoD’água, que é desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), onde tiveram atendimento dentário e orientações de como cuidar da saúde bucal.

No fim do passeio todos conheceram os serviços do projeto Fazendinha, que apesar de ser desenvolvido apenas com adultos, também traz muitas informações para as crianças. Katiuce Ariana de Melo, estagiária no Sindicato Rural de Dourados, fala que é importante passar as informações para os alunos, para que eles as passem para os pais. “Tudo que criança vê ou aprende, corre para mostrar para os pais, e isso é importante para que eles saibam dos projetos do Fazendinha e se informem mais”, contou.

Outro ponto que atraiu as crianças foi o parque de diversões, que mesmo desligado durante o dia, atraiu a atenção dos pequenos que em sua maioria ainda não tiveram a oportunidade de ir conhecer a um.

(Colaborou Jhonatan Xavier, do curso de Jornalismo da Unigran)

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Rodrigo Maia anuncia pacote de medidas para combater a desigualdade
DOURADOS
UEMS oferece aulas gratuitas de Capoeira e Danças Populares
NAVIRAÍ
Motociclista de 26 anos morre após colisão com caminhão
ARTIGO
MP 905: Os ovos quebrados da política econômica
CAPITAL
‘Se eu não mostrar, vou morrer na mão dele’, diz mãe ameaçada pelo filho
BONITO
Emissão de RG, CNH, passaporte e titulo será debatida durante Congresso
ECONOMIA
Dólar fecha em queda após se aproximar de R$ 4,22
POLÍTICA
Jair Bolsonaro assina carta de desfiliação do PSL, diz advogado
JUSTIÇA
Mantida condenação de empresa aérea que extraviou mala de casal
ESPORTE
Estaduais de Voleibol chegam ao fim em Bonito

Mais Lidas

TRÂNSITO
Aos 84 anos, mulher sai de bailão bêbada e acaba presa após acidente em Dourados
FRONTEIRA
Alvo de pistoleiros, jovem fica ferido após ser atingido por disparos em frutaria
FRONTEIRA
Homem é executado com mais de 20 tiros e gestante baleada
ROCHEDO
"Velho do PCC" morre em confronto com o Choque