Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 9860-3221
NOVEMBRO AZUL

Prática de atividade física diminui o risco de câncer de próstata

01 novembro 2017 - 11h53Por Da redação

O recente problema de próstata do presidente da república, Michel Temer, junto com o início do mês de novembro, o da prevenção do mais grave problema que atinge o homem, o câncer, lembra o tema e sua ligação com o esporte. Não existe mais dúvida que o esporte ou mesmo qualquer atividade física, quando praticados com regularidade, mostram diminuição sensível no surgimento de alguns tipos de câncer, principalmente o de próstata.

Conforme informações do G1, determinados esportes que causam traumas crônicos na bacia (pelve masculina), como o ciclismo, seja de lazer ou esportivo, têm incidência aumentada de problemas da próstata. Os resultados de pesquisas sobre o aparecimento dos vários tipos de câncer revelam que as pessoas sedentárias, além do risco cardiovascular aumentado, têm maior risco de surgimento de câncer.

O contrário também foi constatado. Os mais ativos fisicamente, principalmente os idosos que se exercitam em quantidades mínimas de 6 a 9 km por semana, foram favorecidos com longevidade saudável com menos casos de câncer. Essa redução do risco, foi espetacular pois chegou a uma redução entre 10-30%.

Em relação à periodicidade dos exames e quais devem ser feitos, continua a recomendação de se fazer a consulta urológica e dosagem do PSA anualmente ao redor dos 50 anos de idade. Quem tiver antecedentes de pai ou irmão com câncer de próstata deve fazer essa avaliação urológica a partir de 10 anos menos da idade em que surgiu a doença no familiar (se o pai teve aos 55 anos, os filhos devem fazer a partir dos 45 anos). O indicado é fazer sempre os dois exames, o clínico (toque retal) e o laboratorial. Assim a chance de acerto é maior que 90%.

Fazer muito esporte por longo tempo e depois parar, muda o prognóstico? Sem dúvida o conceito científico adquirido pelas pesquisas médicas é bem claro. O esporte ou o exercício físico regular só é benéfico enquanto for praticado! Não existe poupança de benefícios acumulados pelo esportista ou atleta. Se foi ativo enquanto jovem para um futuro com poucas ou nenhuma doença, não pare.

Como dizemos nas aulas de medicina, “o exercício não é vacina para todo o sempre". A fisiologia nos ensina que a duração dos efeitos positivos dos exercícios físicos na prevenção das doenças é curto, dura em média 48 a 72 horas. Por isso, que a atividade física regular deve ser constante, enquanto se puder fazer.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Carreta com pneus contrabandeados é apreendida em Maracaju
EX-PRESIDENTE
Lula está apaixonado e quer se casar ao sair da prisão, diz ex-ministro
CAPITAL
Carro bate em motociclista, motorista foge, mas deixa placa cair
DOF
Comboio com mercadorias do Paraguai é interceptado em Maracaju
PALMEIRAS
Goleada amplia recorde do Palmeiras no Brasileirão; elenco credita sucesso a Felipão
DIREITOS HUMANOS
Menores vítimas de violência sexual costumam mostrar sinais
Pais e professores devem estar atentos a mudanças de comportamento
RODOVIÁRIA
Mulher é presa em Dourados com maconha que seria entregue no RS
VILA NASSER
Jovem é encontrado morto com sinais de espancamento em Campo Grande
SÉRIE D
Operário vence e respira, Corumbaense perde em casa e ressuscita Iporá
TV
Sandy e Júnior foram concebidos no mesmo dia da semana, diz mãe

Mais Lidas

DOURADOS
Internos do Semiaberto são flagrados com droga e bebida em ônibus que os levava para trabalhar
DOURADOS
Encontro de carros antigos começa hoje e vai até amanhã no Centro de Convenções
DOURADOS
Homem é baleado durante a madrugada na Vila Cachoeirinha
JUTI
Catador de recicláveis é assassinado a pauladas